Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Relativismo e nivelamento

Semântica relativista

É só uma questão de semântica,
É tudo a mesma coisa!...
O relativismo é igual aos vícios e outras drogas,
Nivela todos no submundo.

A comida engorda,
Aceitamos esse fato,
Mas outros vícios
Se ignoram as consequência.

Octávio Guerra

J.Nunez 

quarta-feira, 8 de julho de 2015

O poder da imaginação

Atrás da cortina da imaginação
  
A vida e o propósito é sempre uma forma de vida.
A vida é imaginada, quanto mais vivida mais imaginada.
Até que a imaginação se materializa em forma
De realizações no plano físico e no plano espiritual.

Não é força,
É imaginação consciente...
A imaginação é a porta
É as asas da vida.

A imaginação deve ser vivida conscientemente;
A imaginação é a própria vida.
A vida de pecado, ou a vida de virtude
São construídas a partir da imaginação.

Por trás da vida e da imaginação
Estão as forças do bem e do mal e as consequências
Desse bem e desse mal,
Que estão muito além do tempo e do espaço.

O que chamamos de vida são as vivencias interiores
Guiando-nos pelo mundo das formas.
Atrás do bem, outro bem maior,
Atrás do mal, outro mal ainda maior.

Vivemos uma vida imaginada
De modo consciente ou inconsciente,
Através do erro ou da virtude,  
Sempre guiados pela força da imaginação
Que se consolida no mundo,
Independente ou dependente de nossos desejos,
Porém, atrás da cortina da imaginação, o bem e o mal.

A vida é sempre uma ilusão
Partindo do conceito de imaginações que não se materializam,
Ou do descompasso entre a vida imaginada e a vida vivida.


J.Nunez

terça-feira, 7 de julho de 2015

Direita e Esquerda

Marcha soldado

Marcha soldado
Perna direita,
Perna esquerda,
Perna direita
Perna esquerda.

A direita e a esquerda se revezam na marcha.
Não sou dá direita nem dá esquerda,
Olho os dois lados, 
E caminho. 

Octávio Guerra 


J.Nunez 

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Viveremos pela fé

Religião

Alguém me perguntou  
Se eu era de uma determinada religião,
Confirmei que sem dar importância alguma à resposta.

A fala diante do silêncio de ser eu
É tão insignificante que qualquer definição,
Qualquer nome,
Qualquer profissão,
Qualquer condição social,
Qualquer religião,
Não importa...
Basta me olhar por dentro e ter a convicção
De que tenho um caminho para Deus,
Que estou totalmente definido.

Ser isso ou aquilo é interior,
O que se vê é casca, roupa, pele...

A religião poderá até desaparecer
Ou cair na clandestinidade;
Viveremos pela fé,
Porque a verdadeira religião
Sobrevive no interior dos homens...
E renascerá em outro tempo
Mais fértil para a espiritualidade.

J.Nunez


domingo, 5 de julho de 2015

PRECONCEITO E ESTEREÓTIPOS NO BRASIL


Poesia sobre harmonia entre o interior e o exterior

Descompasso

Chuva e frio lá fora
Pede guarda chuva e blusa.
Aqui dentro de casa, aqui dentro de mim,
Aqui dentro de dentro de mim,
Aqui no mais íntimo da alma
Há um descompasso com o cotidiano.

É sempre o mesmo desejo, o mesmo vício,
Independente do momento e do lugar lá fora.
Esse instante do dia é de meditação e silêncio...
Depois, a vida entra em compasso
Entre o sentir,  o pensar e o momento
Aqui dentro e lá fora de mim.

Murilo Santiago

J.Nunez

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA