Depois da matéria

Depois da matéria

Com alegria ou sem alegria tudo passa,
No entanto a fé em algo mais além nos salva do tédio de viver,
Põem sentido na vida e nos prazeres.
Para gozá-los deixamos o arrependimentos para o fim da vida.

Depois da matéria
Depois dos apegos,
Dos prazeres e prisões do mundo 
O que mais nos resta?

Sombra em mim um sentimento e um desejo de integração com o universo,
Um desejo de arrepender-me a cada segundo da vida,
Um desejo de estar dos braços do oculto
E junto aos mistérios.


J.Nunez

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pé de frango contém colágeno

As características da sociedade contemporânea na Era da Informação

POEMA PARA O DIA DAS MÃES DE MARIDO PARA ESPOSA