Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

domingo, 19 de julho de 2015

Poesia no ventre da terra

Homem primitivo

Tenho um nome de dizer quem sou
E uma presença de me impor feito um animal selvagem.

A força e a beleza e muitos outros atributos
São modos de nos apresentar
Uns para os outros e para o mundo.

Quero o anonimato no ventre da terra,
Quero me apresentar e estar no mundo
Com as virtudes da alma,
Com a inocência e a pureza
De um menino que deixa o ventre de sua mãe.

Quero estar no mundo
Com minha real condição de homem primitivo
Que precisa de água, comida, terra e ar.

J.Nunez

19-07-2015


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA