Poesia sobre liberdade.





A liberdade é um cárcere

Foi uma luta para ser!
Uma tentativa louca,
Uma encenação tosca,
Uma ilusão tola,
Um peso morto,
Por fim! Ser isso ou aqui  é uma prisão...

Tudo são prisões dentro de prisões.
A liberdade, por fim
 É um cárcere dentro de um cárcere.
O horizonte é a próxima grade.

Foi uma luta para ser!
Agora o que eu mais gostaria
É de não ser qualquer coisa!

Quero apenas o silêncio sagrado,
Existir dentro do tempo e do espaço
Consciente que existo...
Quero apenas estar aqui,
Como aquelas estrelas no céu
Dentro do silêncio  das noites.
 O que eu desejo agora, é apenas
 Desenroscar minhas asas presas nas rotinas do dia.
Jonas Corrêa Martins 

 J.Nunez

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pé de frango contém colágeno

As características da sociedade contemporânea na Era da Informação

POEMA PARA O DIA DAS MÃES DE MARIDO PARA ESPOSA