Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Poesia lição de espera


Boi e moenda

Estou aprendendo a esperar...
Minha vida é a paisagem da janela:
A brisa, a chuva calma, boa e fina molhando o chão.

Estou aprendendo a esperar
Minha vida é uma pedra ao relento
Sendo esculpida, lentamente, pelo vento, a chuva e o sol.

Minha vida é um riacho de água fria ao sol, clara e mansa.
Minha vida é um dia chuvoso;
Bom para dormir, ficar em casa e esperar o sol.

Minha vida é uma vila interiorana
Cavalos e carroças nas estradas,
Pessoas de boa índole e boa prosa,
Alma aberta à fé, aos céus, a natureza
E a compreensão de meus semelhantes.

A desarmonia na alma faz do paraíso tedioso;
Sempre esperei tempestades trazendo mudanças ligeiras.
A vida está me ensinando a esperar com calma,
A lenta e grande transformação.

Perdi, nessa manhã, 
A agonia das grandes esperanças.
Aprendi a ser na alma, uma pedra ao relento...
Nas mãos de Deus, da natureza e do destino.    

Estou aprendendo com a constância
De um boi lento, calmo e forte girando a moenda.
Estou aprendendo com o homem do campo
Que “gosta de plantar uma árvore todo dia”,
Cultivar, amar e esperar os frutos no seu tempo.

Francisco Medeiros
J.Nunez


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA