Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 25 de janeiro de 2014

A Sociedade ultramoderna

O Pomo de Adão

Ele colocou peito,
Ele colocou útero,
Ele arrancou o pinto,
Só ficou o Pomo de adão, ou Maçã de Adão,
A maçã do pecado original entalada na garganta
E a voz de trovão...
Agora dizem por ai que ele é um mulherão!
E vai dizer que não!

Não traga Deus para essa discussão...
Somos ultramodernos, presunçosos, arrogantes e autossuficientes,
Não temos tempo para considerar o que Deus pensa...

Albano Morais
J.Nunez


quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

O dinheiro e o poder corrompem homens e mulheres.

O poder e o dinheiro corrompem

Os homens são mais corruptos que as mulheres.
Elas precisam ficar mais seguras
E ganhar mais estabilidade no poder;
Estão elas serão tão corruptas quando os homens.

Elas chegam lá!
E porque elas haveriam de ser diferentes?
E porque esperamos que elas sejam incorruptíveis?
Afinal, elas prometeram chegar ao poder,
Não que seriam incorruptíveis!
O poder e o dinheiro corrompem.

Salomão Alcantra
J.Nunez


quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

A inconsciência causada pelo relativismo

Simplismo

Stephen Hawking
Vem dizer que Deus não criou o universo;
Tudo nasceu do nada,
Desculpe meu simplismo,
Mas eu tenho mãe!

É como se mundo criasse a si mesmo
Com a ejaculação de uma masturbação criativa...

Outros vêm dizer que tudo é a mesma coisa,
Que uma bunda não é uma bunda
Você apenas tem uma ilusão de que existe bunda...
O que existe é um volume acima de sua coxa
Que deram a ele o nome de bunda, e por fim,
Acabamos criando a ilusão de que a bunda existe.
O que existe é um volume
Que ilusoriamente chamamos de bunda,
Ou seja,  um volume que é a bunda.

Talvez nem mesmo eu exista,
O que existe é a ilusão de ser eu...
Desculpe mais uma vez meu simplismo:
Desconfio que existo!
Com um potencial gigantesco de consciência
De que existo e que tudo mais existe...

Estamos vivenciando uma arbitrariedade teórica
Muito perigosa para a consciência de si mesmo.

Salomão Alcantra
J.Nunez




  

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

A dignificação dos "ROLEZINHOS" através da política e pela inversão das intensões.

gangnam-style

Sociedade das teorizações

A dança e a música são as maiores 
Representantes da globalização  da idiotização “cultural”,
E da produção artística descartável em escala mundial,
Divulgada e explorada pela indústria cultural na era da internet.

A sociedade das teorizações é capaz de dignificar tudo:
Dignificamos a sociedade dos prazeres,
Do sexo fácil e das liberdades sexuais, dos vícios,
Dos consumos e do entretenimento
Com teorias incoerentes de direitos e protestos.

A vontade de fazer sexo em qualquer lugar,
E o desejo de praticar a desordem social
Está sendo confundido e dignificado
Com os direitos e os protestos.

A política é capaz de inverter as intenções;
Fazer da vontade de fazer sexo,
Da vontade de possuir objetos industrializados,
A vontade de libertinagem sem limites e lugar,
Em uma ideologia política.
Essa é a sociedade das teorizações
Superficiais, insanas e incoerentes.

Octávio Guerra
J.Nunez


segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Sociedade dos direitos e liberdades sexuais e as mídias

Montagem BOL

O Gayzismo

O gayzismo tem tanto apoio...
O gayzismo faz tanto barulho
Que até parece que o mundo é gay...

E que a população mundial foi por eles criada,
E que sua “boa nova” está acima de tudo
Que até agora foi ensinado, acreditado,
Praticado, relevado, criado e dito...

O gayzismo faz tanto barulho
Que até parece que dominaram o mundo.

Albano Morais
J.Nunez


A poluição na China: Sol visto em telão

É tanta poluição que a China exibe o nascer do Sol em painéis televisivos!

O sol artificial

A cidade encoberta pela fuligem,  poeira e fumaça...
O sol encoberto pela fuligem, poeira e fumaça...
Não passou pelo minha cabeça
Que o mundo industrializado,
Chegaria a esse absurdo.

De sol virtual em uma tela...,
De árvore artificial vista da minha janela,
De gente que parece astronauta na terra,
De água ácida, de comida envenenada,
De população de robôs que não come e não dorme...

Estão quem será que consome
O que esses robôs extraordinários fazem?

No meu rosto encoberto de fuligem
Ficou desenhada a máscara de ar.
A poluição e repressão me impedem de pensar...

Octávio Guerra
J.Nunez


   


É tanta poluição que a China exibe o nascer do Sol em painéis televisivos!

Em Pequim, a cidade amanhece sob uma densa fumaça de poluição, com grande risco à saúde da população

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/telas/49330-e-tanta-poluicao-que-a-china-exibe-o-nascer-do-sol-em-paineis-televisivos-.htm#ixzz2qz4PYnWA

Globalização dos costumes na comunidade global: aculturação e assimilação

 


Aculturação Globalizada 


Que mundo louco!
Todo mundo quer ser igual,
Todo mundo quer ser rico...
Em uma comunidade global,
Todo mundo quer o direito de consumo,
Para tanto é preciso que todo mundo seja rico.  

Que mundo louco!
O pensamento foi padronizado
Segundo as vontades 
Do capitalismo e do consumismo.

Todo mundo quer ir às compras,
Todo mundo quer ser aceito...
E em todos os lugares, 
Todo mundo quer fazer parte 
De uma só comunidade global

De aculturação e assimilação
Através dos  consumos, 
Dos entretenimentos, dos prazeres,
Dos desejos, dos direitos sexuais,
Das bestialidades, dos vícios...

O mundo foi engolido 
Pela avalanche de materialismo, 
Consumismo, direitos sexuais,
Frivolidade  "liberdades".

Octávio Guerra
J.Nunez 




domingo, 19 de janeiro de 2014

Vídeo rolezinho




Geração entretenimento e sexo fácil

 Formamos uma geração para a sociedade do consumo, 
Para o sexo fácil, as liberdades sexuais, os divertimentos, 
Que também é mercado e produto de consumo. 
 Formamos indivíduos prontos para aceitar 
As praticas de liberdades sociais e sexuais... 
Para tanto, formamos uma geração 
Sem limites, sem fronteiras, sem parâmetros, 
Sem virtudes, sem educação, sem elegância, 
Sem altruísmo, sem ritual de vida,
 Sem valores de família, sem responsabilidades,
 Sem comprometimentos, sem os valores do trabalho; 
 Sem a importância de sermos adultos, homens e mulheres; 
Sem os valores do sacrifício, sem os valores da cultura, 
Sem os sentimentos e a consciente de dignidade e valor humano,
 Sem os valores e os sentidos abstratos da vida, 
Do coração e da alma; Sem a noção de que existem coisas muito sérias, 
 Sem valores éticos, espirituais, culturais, morais e religiosos. 
 Nivelamos, reduzimos pais, mães, avós, adultos, professores, 
Polícias, lideres religiosos, e tudo mais, a uma única coisa: 
Indivíduos ou grupos que consomem produtos e serviços. 
 Agora que está formada a geração sexo e entretenimento,
 E tudo começa a sair do controle,
 É preciso dizer que a vida é muito mais que as ilusões de facilidades... 
Que decepção! 

 Octávio Guerra J.Nunez

Amor e amizade comprados na sociedade sem tempo para o amor e a amizade verdadeira



Amor de Filhos

A vida moderna não deixou tempo
E espaço para o amor verdadeiro.

Não temos tempo,
Por isso compramos o amor
De nossos filhos com
Uma nota de cem reais...

Por isso compramos o amor
E a amizade das pessoas,
Com o nosso status social.

Queremos comprar tudo...,
Até o que não pode ser comprado.

Queremos comprar
O que deve ser uma entrega de alma e coração.

Francisco Medeiros
J.Nunez


Amigo, simplifique! Tenha fé em Deus!

Sou muito preguiçoso para ser cético!

O místico, naturalmente, vive suas verdades místicas
Sem ter que provar nada, a sua fé basta!
O cético corre atrás dessas verdades místicas,
Para afirmar e se convencer que são tolices de crentes...
O cético não se contenta em apenas não ter fé.

O místico pode ser místico
 Sem ter que ir ao campo de trabalho dos céticos,
Mas o cético tem que viver onde jaz o místico;
Trabalhando incessantemente para provar
Que é tudo uma grande mentira,
Logo, concluo que o místico vive a sua verdade
Que o cético tem o trabalho enfadonho de dizer
Que é uma grande bobagem.

Ser cético dá muito trabalho,
Sou muito preguiçoso para ser cético!
Por isso acredito, intensamente,
Nos mistérios de Deus...
Amigo, simplifique! Tenha fé em Deus!

Salomão Alcantra
 J.Nunez

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA