Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Poesia dualista de Juscelino Andrade

Impotência

Simpatia, trejeitos e gestos afeminados;
Às vezes deixava escapar
Um olhar impotente e triste,
Olhar de desejos e sonhos impossíveis.

O outro passa todos os dias por essa rua;
Leva uma criança pela mão.
Hoje, a sua esposa linda,
De cabelos negros que alcançam a cintura,
Veio ao encontro deles ali na esquina.

Ele contempla a cena mais sublime do mundo
Com um olhar de contemplação e ódio de si mesmo.
Seu corpo sente toda impotência
Diante da vida, da paixão e da realidade.

A loja amanheceu fechada...
Um corpo foi encontrado três dias depois.
Rumores de que ele tenha sido morto por um garoto de programa.

Juscelino Andrade
J.Nunez




Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA