Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 30 de agosto de 2014

A poesia de submundo e de estagnação de Abdias de Carvalho

Gente Tolerante

Quem se importa com quem vai ser presidente da república.
Todos são iguais, fora outros vícios que nos caracterizam,
A conotação sexual é para todos,
É a primeira impressão que captados dos outros.

Os meninos sem perspectivas, exceto,
Divertir olhando as prostitutas seminuas...;
Essa é toda, e a maior a diversão.

Esses meninos são esses futuros velhos
Tolerantes com tudo e viciado,
Que moram nos quartos da Rua do Simeão;
Chamado assim porque dizia esperar o Salvador.

Temos nossos  momentos  pessoais,
Feito um velho monge budista
Que busca o silêncio em alguns momentos do dia.

Buscamos um canto reservado
Para divertirmos com o vício que nos convém.
Vivemos em função desse momento.

O que mais poderíamos esperar:
A chuva que alaga nossas camas,
O frio que coloca para bater nossos poucos dentes,
O próximo presidente da república.

Sem pátria; não somos contados nas estatísticas,
Esperamos aquele momento muito íntimo de diversão sexual.
Somos o tipo de gente mais tolerante e passional,
Somos o ideal para esse tempo de liberdades.
Os cachorros com seus sexos explícitos
Se parecem muito com nossa gente.

Abdias de Carvalho

J.Nunez

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA