Postagens

Mostrando postagens de Julho 14, 2013

Musas

Musas Contemporâneas
As musas Gregas clássicas Inspirava música, amor, teatro Poesia, alma, artes, ciências...
A sociedade contemporânea tem suas bases no sexo e no consumo.
As musas modernas contemporâneas Desvalorizam, depreciam as mulheres Estimulam o sexo; nada mais.
Octávio Guerra
J.Nunez

Fim de um tempo histórico ou fim de tempos...

A ânsia de morte do nosso tempo.
Já éramos modernos, superficiais e consumistas. Os limites caíram de uma vez por todas Com a derrubada do muro de Berlim, O modernismo estava limitado por ideologias políticas.
O capitalismo com seu consumismo triunfou E abriu o caminho para o modernismo chegar ao seu ápice: Desestrutura, exploração e deformação de tudo, Fim dos recursos, desgaste da formula, Destruição do valor humano e espiritual, insanidade social...
O modernismo ou o pós-modernismo, segundo alguns, Vive a ânsia da morte.
Octávio Guerra
J.Nunez

Proteção ao Papa

Visita do Papa
O Papa, O máximo representante De Deus na terra, Mais especificamente no Brasil, Será protegido por um exercito de homens.
Gente mascarada não pode visitar o Papa, Por isso o Zorro, o Homem de Ferro e o Batman não vão, Se forem serão barrados. Não é baile de Mascará!
Salomão Alcantra J.Nunez

O Mundo despertou do Sonho Americano.........

Imagem
Desordem Social
O Brasil acordou da ilusão de Ordem e Progresso. O Mundo despertou do Sonho Americano Para o pesadelo causado pelo capitalismo, O consumismo e a exploração de tudo Como produto, recurso , público e mercado consumidor.
O mundo não acordará Desse sonho de liberdade sexual Na sociedade dos direitos, do desejo Do prazer e do entretenimento.
A vida pautada no sexo Já é a nossa desordem social... Nossa Sodoma e Gomorra é também virtual. “Pular a cerca” também é online.

Salomão Alcantra J.Nunez




Desabrigado constrói uma moradia improvisada; ao fundo, a sede da GM
Tags:Cidades, Estados Unidos, Falências




Governo e autopromoção

PROPAGANDA DO GOVERNO
O governo faz tanta Propaganda de si mesmo Preocupado com a reeleição    E a manutenção do poder Que fica difícil saber O que é verdade e realidade nos seus “feitos” Mostrado por eles mesmos, Em suas autopromoções como realizações épicas.
Por isso prefiro a realidade empírica, Por isso prefiro as estatísticas Que vejo nas ruas do país, Nos hospitais, nas prisões, Nas escolas, no povo, Nas mídias imparciais e em outros lugares. Francamente, o que vejo não é nada parecido   Com as propagandas e as estatísticas do governo.
Octávio Guerra
J.Nunez

Homem tenta pagar prostituta com Bolsa família

Imagem
Mais Bolsas 

Bolsa Família é para comer!
Mas o governo não explicou
Se é no sentido literal ou figurado.

Um sujeito tentou pagar
Uma prostituta com a Bolsa Família...
A culpa é do governo,
Onde já se viu não explicar
Se é para comer no sentido figurado ou literal!

O governo tem que explica,
Ou então fazer a Bolsa Programa
Para que possamos comer no sentido figurado!

Albano Morais
J.Nunez

Homem tenta pagar prostituta com cartão do Bolsa Família na BA
Um homem tentou pagar uma prostituta com um cartão do principal programa social do governo federal, o Bolsa Família, segundo a central de polícia da cidade de Itapetinga, a cerca de 560 km de Salvador. O homem foi identificado apenas com o prenome de João, porque o caso não chegou a ser registrado quando ocorreu, na madrugada de 27 de junho. De acordo com o policial Tiago Bottino, que trabalhou na noite do incidente, João criou confusão ao levar a prostituta ao motel Mirage, às margens da rodovia BA-263, sem dinheiropara pagar os R$ 50 do p…

Somos a sociedade do prazer Em voyeur virtual.

Imagem
Espiar
Edward Snowden Um homem sem chão Um homem da era da informação, Um homem do tempo da globalização Um bode expiatório de uma guerra cibernética, Ou de governos que desejam desviar o foco De si para Edward Snowden.
Um bode expiatório que Disse o que todo mundo sabe: O governo Americano espia tudo!
Eu também espio a vizinhança, No meu caso, voyeurismo. Somos a sociedade do prazer Em voyeur virtual.
Abílio Santana
J.Nunez

Não existe mais promiscuidade...

Transcendência
Sociedade do Prazer, culto a beleza Sociedade narcisista, adoradores do deus Baco.  Nesse tempo só é pecado  Ser muito magro ou muito gordo.
Ser magro ou gordo É o único limite que reconhecemos. Nada mais nos ruboriza. Não existe mais promiscuidade...
Degeneramos tanto, ou evoluímos tanto Segundo o conceito dos moderníssimos Que o que chamávamos de indecência perder o sentido, O que chamávamos de promiscuidade foi vulgarizada De tal modo que se tornou bobagem..., De tal modo que podemos ignorar e continuar o nosso caminho.
Descer ou evoluir segundo os conceitos modernos É  muito fácil, basta deixar de se abster dos impulsos para os vícios, Agora, transcender à condição humana Exige uma batalha interior terrível... Nosso valor humano está na transcendência dessa condição.
Octávio Guerra
J.Nunez

Aculturação e nivelamento das condutas humanas.

Imagem
Globalização da conduta
Cultura Globalizada, Cultura imediatista, Bestialização da conduta, Aculturação do mundo  Pela indústria da cultura de consumo.
Globalização do espetáculo descartável, Apologia ao sexo  descompromissado, Apologia ao consumismo, Apologia à destruição do valores humanos e espirituais, Apologia a violência  e as drogas,  Apologia ao sexo fácil e a frouxidão moral Apologia aos valores da vida pautadas  Apenas no entretenimento, no sem importância   No desejo, no vício, nos objetos   E na diversão irresponsável e descompromissada. Vulgarização e destruição dos valores humano, Destruição da integridade humana. 
Destruição da história humana Para construir uma sociedade  Sem parâmetros espirituais e religiosos.
Destruição da fronteira  Entre a coerência e a sanidade Da aberração social globalizada. Nivelamento das condutas humanas.  
Albano Morais J.Nunez 

Nivelamento humano pela guerra e o apocalipse.

Mundo contemporâneo bizarro
O mundo capitalista e consumista É uma bizarrice e uma bestialidade social Disfarçada de cidadania e evolução, Que os de olhar individualista, consumista, capitalista, Superficial, egoísta e plano, não pode enxergam. Temos um mundo em que damos água mineral, Hotel e psicólogo para cachorro, enquanto crianças, Nossos semelhantes,  morrem de sede e fome.
No mundo capitalista consumistas Somos nivelados pelo que compramos E pela liberdade na sociedade do prazer Que desconsidera qualquer coisa Que vá contra a liberdade sexual.
Na guerra e no apocalipse que se avizinha Seremos nivelados pelo que fazemos, Seremos pervertidos aproveitando A desordem e a falta de perspectiva... Ou “santos” esperando a salvação.
Albano Morais
J.Nunez

Mais Médicos

“Mais Médicos”
“Mais médicos” sim mais médicos! Vamos aproveitar e pedir mais leito, Mais recurso, mais equipamentos, mais curativos, Mais remédios, mais exames, mais consultas, Mais eficiência, mais ambulância, mais hospital E nada de Copa do Mundo no Brasil E nada de mordomias para políticos.
José Nunes Pereira

O conceito de evolução em um mundo que desintegra na desestruturação.

A Evolução no Mundo Globalizado
Os historiadores estrangeiros viajando pelo Brasil  Pintou a população que vivia na colônia Como uma aberração, uma bizarrice social, Com homens ladrões  e mulheres traidores, Com gente promiscua, desonesta, miserável, luxuriosa,  Preguiçosa ou pacífica e negligente, exploradora, Adultera,  desestruturada, degenerada, Frouxa na moral e fácil no sexo. Ainda carregamos os mesmos estereótipos Que se tornou a nossa identidade.
O mundo contemporâneo e globalizado é muito parecido Com o que somos desde quando ainda não tínhamos identidade. Agora a nossa bizarrice num mundo que se desintegra, É evolução na sociedade dos prazeres, Desejos e entretenimentos! Estamos na frente a centenas de anos!
Albano Morais
J.Nunez