Postagens

Mostrando postagens de Março 3, 2013

Virtualização

Dia da Anunciação
Espero Email E mensagens virtuais Como se esperasse o dia da anunciação; O Dia da Anunciação será online.
Salomão Alcantra J.Nunez

Lei do Prazer e do Entretenimento

Overdose em tudo
Hipocrisia da hipocrisia: Mulheres desfilam de lingerie na TV Ocultando o desejo de mostrar mulheres seminuas... Desculpe a franqueza.
Hipocrisia da hipocrisia: Usar pretexto de cultura brasileira Para alimentar os estereótipos.
Hipocrisia da hipocrisia, Desinformação da informação, Cultura de aculturação, Prisão da liberdade, Liberdade Libertina, Deformação que é forma, Caos que é ordem, Exclusão da exclusão.
A falta de limites, fronteiras e parâmetros Transformou se em relativismo; Tudo em overdose que mata...
A desaprovação perdeu o sentido; Estamos nivelados... A confissão perdeu a razão de ser; Não temos pecado, virtude nem crime... Vivemos sobre a lei do divertimento e do prazer.
Octávio Guerra J.Nunez

O Imparcialista é o "Velho do Restelo" contemporâneo

O Imparcialista
Os amigos Imparcialistas  Sejam todos muito bem-vindos,  Estamos em casa, Estamos diante de um novo tempo... Somos "O Velho do Restelo" contemporâneo.
Os plagiadores, os falsários,  Os egoístas e ladrões do Imparcialismo Digam a todos nós a senha, a chave,  As coisas não reveladas,  A palavra não pronunciada,   E o segredo do Imparcialismo Que sempre esteve aberto a todos os intelectuais e artistas Porque o contexto é nosso, e o nosso tempo é matéria prima Para o novo caminho para a arte e o pensamento...
Albano Morais J.Nunez

Confissão

Negar ou confessar
Confessar dignifica, Ou desmoraliza A tal ponto que se perde Totalmente a credibilidade... Essa é uma fronteira perigosa! Negar ou confessar tudo! com reservas! A Igreja Católica está nessa fronteira, Nesse momento crucial.
Octávio Guerra J.Nunez

Cultura e Globalização

Contexto Global
Na Era do Mundo Virtual, Não podemos cobrar, Dessa geração, patriotismo cultural, Em um tempo em que o contexto é global, Em um tempo de multiculturalismo e globalização, E as nossas referências culturais Se tornaram estereótipos explorados Pelas indústrias para alimentar a cultura de consumo.
Octávio Guerra J.Nunez

Desvalorização do professor, desvalorização do trabalho

Desvalorização do trabalho
O professor dizia: O trabalho dá dignidade, valores e moral. O aluno responde cheio de razão: _Professor! _ Conta outra! _Dignidade, valores e moral para ganhar 600 Reais por mês!... Prefiro ganhar 600 por semana, sem nada disso!
O outro disse: _Prefiro jogar Bola e ganhar isso, no mínimo, por hora!
 A garota mais filosófica concluiu: _ Na sociedade do consumo os valores São todos pautados em possuir ou não possuir! Além do mais a relação estudar e ganhar dinheiro não existe mais, Sem ofensa, meu pai que mal sabe ler ganha muito mais que um professor, Minha mãe que é faxineira ganha mais que o senhor.  Valores humanos perderam a importância,  faz muito tempo!
O aluno mais “descolado” da sala resumiu: _Perdeu professor! _Ir preso no Brasil está dando mais que trabalhar, _Cantor que fala de sexo tem mais moral que o senhor A classe riu... O professor se matou.
Salomão Alcantra J.Nunez

Modernismo: Deformismo ou Relativismo

Modernismo: Deformismo ou Relativismo
Isso que escrevo é um Soneto Clássico, É um Soneto porque eu disse que é um Soneto, É um soneto na ideia E na intenção de ser um Soneto...
Na sociedade Deformismo ou Relativismo Não precisa ser, Basta querer ser,  Basta afirmar que é, e é.
Isso parece conversa de louco ou bêbado... Mas vai discordar!  Você será classificado como ignorante...ou burro! Tudo bem!  Eu sou burro e ignorante! Esse tempo poderia ser chamado de Relativismo ou Deformismo E a leitura das consequências do modernismo Chama Imparcialismo.
Salomão Alcantra J.Nunez