Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Poesia Imparcialista: desvalorizações e baixezas humanas...

Cio

Você deixa meu portão,
Feito um cão,
Que deixa em paz
Uma cadela que sai do cio...

Eu te abandono,
No meio do mês
Quando seu dinheiro
Foi pelo ralo...

Retorno no começo do mês,
Você volta no próximo cio,
Assim o nosso amor perpétua... 

Abdias de Carvalho
J.Nunez


 Abdias de Carvalho poeta da estagnação, da poeira assentada, da falta de perspectiva, da baixeza moral, da atrofia, da revolta calada, do silêncio dos excluídos, da ruminação furiosa e secreta, da repugnação, da repetição angustiante, da falta de oportunidades, da linguagem repugnante, esse poeta representa o abandono, o deixar se onde está. Neste poeta não há incertezas, e sim eterna imobilidade. 

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA