Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

A sociedade contemporânea na poesia imparcialista

Reivindições

 Se todo mundo se vê
No direito de reivindica!
Quem é que vai atender?
Deus!?

Será que Deus
 É laico, moderníssimo e democrático...

Eu não prometo nada...
Quem promete muito são os bêbados
Em suas ilusões de grandeza,
Os cafajestes e os sedutores
De meninas ambiciosas,
 De velhas iludidas e de viúvas virtuais...

Eu sou medíocre feito
Um cão embaixo da mesa,
Feito um mendigo que  
Qualquer rapa de tacho alegra...
Eu não exijo amor,
Basta me querer que eu correspondo sem falta!

Não me peça amor!  
Não sou príncipe! Não sou digno!
Tenho a dignidade de puta
Com registro em carteira!
Sou rapa de tacho... Portanto interessantíssimo!
Peça qualquer promiscuidade que eu faço...
Pena que todo mundo quer ser digno e santificado!
Você é da minha laia e não sabe! 

O diabo está se sentindo excluído,  
Que mundo plano e sem graça!...

Abílio Santana
J.Nunez


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA