Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Poesia Imparcialista Espiritualista.



O Castelo Assombrado

Abri a porta da alma,
Olhei para dentro de mim,
Logo percebi o caos, os labirintos,
Os corredores  perigosas, os lugares onde impera a desordem,
O crime, o pecado, o vicio, a insanidade  e a luxuria...
Logo vi que havia o perigo de enlouquecer de lucidez.
Poderia ter retornado enquanto era tempo.

Bati a porta para o mundo lá fora,
Desde então, caminho aqui pelos labirintos da alma,
Estou diante dos demônios,  
E Deus e seus anjos ainda estão distantes,
Estou diante dos meus crimes, pecados e virtudes,
Estou diante da graça de Deus  e da sua punição,
Estou diante da morte, da vida e da eternidade,
Estou lúcido como um louco aos olhos do mundo.

Estou com sede e fome de Deus, aqui na alma é deserto,
Aqui caminho rumo à morte e a vida eterna.
Estou  jogado sobre a mesa feito um quebra cabeça,
Um universo descomposto; quando eu estiver montado,
Terei forma, por enquanto, sou algo que pode vir a ser,
Não sou ainda sequer um esboço de mim.

Entrei pela porta da frente da alma, vou sair pela porta do fundo,
Depois de sondar a doze alcovas do castelo assombrado e abstrato
Que é a alma humana, quero sair pela porta do fundo da alma assombrada,
Quero sair lúcido e louco aos olhos do mundo...

Jonas Corrêa Martins
J.Nunez
  


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA