Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 13 de outubro de 2012

Paulo Freire já era!


Paulo Freire Ultrapassado


Freire Ultrapassado

_Paulo freire está ultrapassado?
_Sim, está!
Estamos em um tempo em que alunos
Mandam professores ir tomar no cu, e não é violência.
Bandidos procuram militares à paisana para matar...
E eles são nivelados a pais de família e a mães dedicadas.

Paulo Freire é sentimental e amoroso demais para esse tempo
Em que estamos todos nivelados como simples consumidores...
E ainda suas teorias sentimentalistas 
Tem uma parcela de culpa
Nesse nivelamento e nessa desvalorização do professor.

Albano Morais
J.Nunez

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Sociedade dos entretenimentos...


Geração Entretenimentos

Na televisão centenas de canais,
Toda forma de sexo imagináveis com um clique,
Garotas dispostas a perder a virgindade na pré-adolescência,
Família ultramoderna, sociedade do prazer e da diversão.

Pedagogias e leis favoráveis ao entretenimento sexual...
Músicas que valorizam o sexo descompromissado, 
A vida desregrada e a diversão a qualquer custo...

Empobrecimento da língua escrita,da  fala e da informação,
Com a intenção de atender a necessidade de ser objetivo
E atender o imediatismo da vida contemporânea.

 Desvalorização do trabalho,
Valorização do imediatismo, do não sacrifício e do narcisismo;
Esses são alguns fatores que formaram a geração dos entretenimentos...

Tempo em que se desconhece o valor do trabalho e do sacrifício,
Que são capazes de forma pessoas com força de vontade e virtudes,
Formamos indivíduos para o consumismo e os entretenimentos.

Octávio Guerra
J.Nunez

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Poesia Imparcialista do poeta Imparcialista Hermínio Vasconcelos


Aos companheiros de petulâncias

Sozinho, a meia luz,
Ao som de um Blues de John Lee Hoock
Me sinto um mulato norte americano,
Na vida real ou em um filme hollywoodiano.

Sem roteiro como é a vida,
Espero Carmem, que nunca foi à garota dos meus sonhos.
Pensando como mamãe me ensinou;
Carmem é muito estranha!
Não pede, não exige e parece não esperar por nada...
Se Carmem não fosse libertina, por tamanho desapego,
Certamente poderia ser freira.

Ligo a TV enquanto espero a mulher
Que não é o sonho de minha mãe,
Nem meu, talvez não seja o sonho de ninguém.
Carmem não veio, talvez ela tenha esquecido onde eu não vivo mais.

Desligo a TV enquanto a presidenta da república fala a nação,
Desculpe Excelentíssima, mas a noite me chama.
Já dentro do carro, no meu ouvido a batida de Rap
Faz a trilha sonora dessa paisagem de caos urbano dessa grande cidade...
Se eu pudesse arruma essa cidade imensa...,
Como um executivo arruma sobre a escrivaninha:
Agendas, anotações e a foto com o filho, o cachorro importado e a esposa;
Arrumaria tudo só para entende o quebra cabeça que é essa cidade,
Depois eu embaralharia tudo novamente para ficar como antes...

Prefiro essa paisagem caótica porque sempre me parece nova,
Porque é o retrato do mundo contemporâneo,
Da sociedade e do individuo desajustado...
Caminho ao encontro de meus companheiros de petulâncias;
 Essa noite os poetas Imparcialistas saciaram seus vícios no Goela da Ema.

Hermínio Vasconcelos
J.Nunez

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Prostituição na Era da Informação


Voyeur virtual

Não precisa pagar pelo sexo,
Ali o cliente também é prostituta;
Faz sexo de graça,
Em troca permite que o sexo seja exibido online.

A prostituta ganha pelo sexo,
Porém não ganha de quem faz sexo com ela,
Mas de quem assiste ao sexo ao vivo online.

Aqui na cafetina da Valentina
Não faz uma semana,
Um pai trouxe o filho deficiente
Para fazer sexo pago.

O rapaz não resistiu o anseio,  
Cai morto da cadeira de rodas;
A polícia foi chamada  
E a prostituta Valéria saiu algemada...
Homicídio culposo quando não há intenção de matar.

Abdias de Carvalho
J.Nunez


Abdias de Carvalho poeta da estagnação, da poeira assentada, da falta de perspectiva, da baixeza moral, da atrofia, da revolta calada, do silêncio dos excluídos, da ruminação furiosa e secreta, da repugnação, da repetição angustiante, da falta de oportunidades, da linguagem repugnante, esse poeta representa o abandono, o deixar se onde está. Neste poeta não há incertezas, e sim eterna imobilidade.   




Um poema Imparcialista ao ministro Joaquim Barbosa



Um poema ao ministro Joaquim Barbosa

 Joaquim Benedito Barbosa Gomes
É o exemplo de homem negro que o Brasil precisava,
Um homem negro intelectualizado,
Um homem negro longe de todos os estereótipos
Que delimitam e faz a segunda escravidão do negro brasileiro.

Estereótipos que delimitam o negro
Ao entretenimento: carnaval, sexo, futebol...
Rótulos do descaso histórico
Que resultou em assistencialismo,
Falsa compaixão, favela, Pobreza, 
Preconceitos, criminalidade, burrice,
Exploração, preguiça e desonestidade...

A poesia Imparcialista já havia pensado
Na intelectualização do homem negro;
Joaquim Benedito Barbosa Gomes
Veio coroar esse pensamento Imparcialista.

Albano Morais
J.Nunez

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA