Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Homem objeto sexual


Puto

Eu objeto de desejo e consumo
Não estou à disposição
Para ser usado essa noite
Por essas libertinas,
Depois de suas bebedeiras feministas...

Meus versos estão em primeira pessoa,
Mas essa não é minha fala,
Eu sou Abílio Santana,
Não tenho esses pudores de garoto de programa,
Eu sou um puto, sem essas grandezas de estima,
Preservação, dignidade e integridade,
Sou mais fácil que puta velha e feia.

Abílio Santana
J.Nunez

Nenhum comentário:

Literatura Imparcialista

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA