Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

terça-feira, 20 de novembro de 2012

A poesia imparcialista retrata o absurdo, a bestialidade, as degenerações e a selvageria, com deboche, sátira, ironia, cinismo, para revelar a situação insustentável que estamos vivendo na contemporaneidade.


Um tiro na noite

Um tiro na noite,
Um grito:
_Matei minha mulher, chamem a polícia!
Outro grito:
_Cala a boca e me deixa dormir...

Um gemido de orgasmo selvagem
No apartamento de cima.
Outros gritos na noite:
Cala a boca vagabunda desgraçada, vai dar na zona.
Ela respondeu com um tremido de orgasmo:
_ Aqui é a zonaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
KKKKKKKKKKKKKKKK,
Gargalhadas na madrugada.

Salomão Alcantra
J.Nunez

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA