Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Os limites da subjetividade

Destruímos a fronteira e os limites da subjetividade, penso que o subjetivo deve ser e estar conectado com a realidade e a verossimilhança  da  próprio subjetividade, e conectado a realidade e a verossimilhança do não subjetivo (o físico).Esse é o limite!  Até mesmo a reprodução dos sonhos na obra de arte é verossímil e lógica, porque se conectamos a essa"verdade impalpável". O que estamos chamando de arte pode ser um risco em um quatro, ou nada em um quadro que não se conecta com nada, nem com a subjetividade verossímil  nem com a realidade física ,  depois é só fazer um malabarismo teórico que é 10x maior que a obra explicada, já que ela mesma não se explica porque é uma doida desconectada de qualquer coisa. 

José Nunes Pereira 

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA