Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Mulheres modernas e sociedade contemporânea


Tempo Insano

Chegou o tempo de a mulher sustentar o homem,
Chegou tempo dos homens ganharem licença gestante,
Chegou o tempo de o homem obedecer ao sistema,
Chegou o tempo em que casal do mesmo sexo
São pai e mãe de filhos adotivos.
Chegou o tempo das doenças modernas,
Do sexo cibernético e da ilusão das coisas artificiais.  
Chegou o tempo de a mãe ir trabalhar fora
E o pai ficar em casa com a criança que chora querendo leite de peito.
Chegou o tempo de a mulher casar com mulher
E o homem casar com homem,
Chegou o tempo em que o sexo é entretenimento e diversão
Entre crianças, pré-adolescentes e senhoras emancipadas.
Chegou o tempo em que todas as fronteiras são rompidas;
Libertamos todos os instintos selvagens sem proibições, sanidade e limites.
Chegou o tempo de levarmos em consideração apenas o prazer,
Chegou o tempo de romper todos os hímens sociais,
Morais, éticos, religiosos, culturais...
Tempo de profanar, nivelar, estuprar e violar tudo...
 Em nome da ilusão de liberdade, que nada mais é
Que uma escrava dos instintos selvagens em um tempo insano.
Chegou o tempo de a mulher passar fins de semana trabalhando,
Produzindo, cumprindo metas e obedecendo ao capitalismo.
Chegou o tempo de a mulher mostrar o seu valor:
Trabalhar doze horas e consumir para sustentar o consumismo.
Chegou o tempo de a mulher dizer para aos homens
Com arrogância, menosprezo e ignorância,
Que elas estão no poder e que o homem é submisso...
Chegou o tempo das mulheres abandonarem homens fracassados
E escolherem seus amantes, ou ficar só e se alimentar de ilusão de poder.

Albano Morais
J.Nunez




Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA