Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

domingo, 1 de abril de 2012

A pedagogia do amor ou pedagogia amorosa.


Pedagogia Amorosa

O Aluno bateu na cara do professor,
Chutou a canela da diretora,
Bebeu vodca no intervalo,
Uma aluna beijou outra menina
Na aula de matemática...
(Mas o professor não entende
O que o aluno está tentando dizer
Com esses atos de indisciplinas)
É sim que pensa a pedagogia amorosa.

Essa é a pedagogia amorosa
Que destruiu a educação e o professor
Quando nivelou o professor ao aluno,
 A criança aos seus pais e avós...

Essa é a pedagogia do amor
Que confunde a rebeldia positiva e consciente
Com vandalismos e defeitos gravíssimos...

Os gênios da humanidade não precisam
E nunca precisaram dessa pedagogia amorosa
Da sociedade da deformação e das liberdades libertinas.
Os gênios da humanidade nascem da auto-exclusão
E de sua própria consciência e intuição.
     
O professor é o ultimo dos culpados em uma sociedade
Que deformou o professor e a educação para se adaptar
A uma sociedade de liberdades, do não sacrifício,  
 Dos prazeres, das falsas facilidades, dos entretenimentos,
 Das inclusões e das tecnologias e avanços científicos;    
Os alunos são educados pelas mídias
Pela cultura do entretenimento, cultura dos vícios, das liberdades,
Dos prazeres, do consumo e pelos ídolos de seu tempo...

As crianças e o adolescente contemporâneo
São vistos como se fossem de vidros, muitos sensíveis,
Que se quebram com qualquer atitude firme de um adulto;
E assim formamos crianças expostas e sujeitas
Aos seus próprios defeitos, maldades e vícios
Que não podem mais serem podados e reprimidos...
Na idade adulta, quando ninguém mais aceita suas maldades,
Elas e eles, agora adultos, descobrem que seus defeitos
Tornam a vida e o mundo insuportável...

Salomão Alcantra
J.Nunez


Se queremos que as crianças desenvolvam a autonomia moral, devemos reduzir nosso poder adulto, abstendo-nos de usar recompensas e castigos e encorajando-as a construir por si mesmas seus próprios valores morais” (KAMII, 1986, p.109)

O que o aluno poderia estar tentando dizer ao professor com os constantes atos de indisciplina? Possivelmente que a escola que aí está não lhe proporciona alegria, satisfação e tampouco uma aprendizagem consistente, estando dessa maneira, muito distante de suas aspirações e necessidades (FRANCO, 1986, p.50).


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA