Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quarta-feira, 21 de março de 2012

Um pouco da verdade sobre as piores escolas públicas do Brasil...

Depois de ler esse artigo, logo abaixo,  você encontra notícias que comprovam essa realidade.


A Verdade sobre as piores escolas públicas do Brasil

A educação e a pedagogia pós-moderna,
É tecnológica e romântica...
Somos educadores e pesquisadores românticos...
Enquanto o conhecimento empírico e o jornalismo
Revelam a realidade que a escola,
Os alunos e os professores estão vivenciando...

O descaso e o desmando que chegou a educação
É reflexo da falta de autoridade dos formadores de cidadãos
Essa é a sociedade da conversa vazio
Que destruiu a autoridade dos pais, dos professores e da escola.

A realidade da educação nas piores escolas do Brasil:
São professores apanhando em sala de aula,
Alunos interessados, alunos acima da média,
Sufocados pela “escola inclusiva” que nivela tudo por baixo,
Professores doentes, professores a ponto de enlouquecer,
Professores destruídos em sua dignidade e auto-estima,
Professores com vergonha de serem professores,
Professores sem salários nos meses de janeiro, fevereiro,  março e abril,
Alunos fumando maconha dentro de banheiros,
Alunos bebendo energéticos e bebidas alcoólicas,
Alunos transando em salas de aulas, na hora do intervalo,
Alunos passando músicas enquanto o professor
É apenas o “mediador do conhecimento”
Mediador que em muitas escolas
É o mesmo que nada dentro da sala de aula,
Professores recebendo menos de 50,00 reais de fale refeição,
Professores fugindo da educação,  mudando de profissão
Ou adiantando a aposentadoria,
Alunos que desconhecem o valor do trabalho e da educação
Nessa sociedade dos ídolos, do não altruísmo, do imediatismo
Dos prazeres, do consumo, dos entretenimentos e das ilusões de facilidades,
Pais que dizem aos diretores: “eu não posso fazer nada”,  
“se eu fizer alguma coisa vou preso” “Ele já me denunciou”
 Professores fazendo da educação um “bico” porque não compensa,
Educação escondendo suas deficiências atrás aparelhos eletrônicos,
Alunos, educação e professores iludidos com aparelhos eletrônicos
Que são apenas produtos para serem consumidos;
Aprendizagem exige sacrifício e gosto pelo conhecimento,
 Escolas que se desestruturam porque cederam
E se moldaram ao público desestruturado que elas atendem,
Alunos rasgando, jogando, chutando material escolar fornecido pelo governo,
Professores e escolas com medo de alunos e pais de alunos,
Alunos jogando professores contra seus pais,
Alunos que não tiram o material escolar da bolsa durante o ano inteiro,
Alunos que são capazes de dizer que vão à escola “só pela bolsa família”
Alunos que contam suas próprias faltas como único critério de reprova,
Alunos que questionam o professor com perguntas como essa: 
“Por que o fulano passou de ano se ele faltou o ano inteiro.”
Alunos escutando músicas com conotações sexuais,
Alunos que afrontam professores, diretores e pais;
São todos sem autoridade sobre a criança e o adolescente,
 Porém todos respondem pelos crimes
Que por ventura esses adolescentes possam cometer...

Salomão Alcantra
J.Nunez


Pior colégio tem baile funk em aula e rebelião

Pior colégio tem baile funk em aula e rebelião


A infraestrutura do colégio também não ajuda: placas de aço protegem as janelas de vidro, constantemente quebradas


ADRIANA FERRAZ
DO "AGORA"

Na mochila dos alunos do ensino médio da Escola Estadual Madre Paulina, no Itaim Paulista (zona leste de SP), os cadernos e as apostilas dividem espaço com minicaixas de som e pen drives, ao menos uma vez por mês. É o dia do baile funk.
A unidade foi a que obteve a pior pontuação em língua portuguesa entre os alunos do 3º ano do ensino médio no Saresp 2010 (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo).
O ranking foi elaborado pela reportagem a partir dos boletins fornecidos pelo governo estadual.
Com 230 pontos, a Madre Paulina está no nível abaixo do básico ou insuficiente.
No colégio, é comum haver música alta dentro das salas, e em período de aula. São os alunos que fazem a seleção e determinam o horário da festa, que pode ocorrer de manhã ou à noite.
Os professores reclamam, mas não conseguem evitar, dizem os estudantes. Policiais que fazem ronda na região confirmam a prática e denunciam outros atos indisciplinares, como consumo de drogas, brigas entre gangues e até rebelião.
"Há poucos dias tivemos de entrar lá para apartar uma guerra de maçãs. Os alunos, que ficam trancados em um corredor durante as aulas, estavam se atacando com as sobras do recreio. Eles gritavam que era rebelião, e parecia mesmo", diz um policial.
A infraestrutura do colégio também não ajuda: placas de aço protegem as janelas de vidro, constantemente quebradas.
A Secretaria de Estado da Educação não autorizou a entrada da reportagem na unidade ontem. Alunos relataram, porém, diversos problemas estruturais, como cadeiras e mesas quebradas, ausência de portas nos banheiros e buracos na quadra de esportes.
O histórico de problemas desanima os próprios jovens. "Até quem tenta estudar não consegue. É um ambiente que não combina com o ensino. Estou lá desde a 5ª série [atual 6º ano do ensino fundamental] e o desânimo é geral. Tem professor bom, mas têm outros que até passam a resposta na lousa para não ter que explicar", diz Talita da Silva Medeiros, 17.
A colocação da escola no ranking do Saresp não surpreende as turmas da unidade. "É assim mesmo. Os professores já desistiram da gente", lamentou Uemerson de Bastos, 16.
OUTRO LADO
Procurada, a Secretaria da Educação não se manifestou até a conclusão desta edição.
Fonte: Folha de São Paulo (SP)

Um grupo de aproximadamente 20 jovens tentam invadir escola para roubar celulares. Fonte IG




03/10/2011 - 07h30

Escola na lanterna do Enem tem "cracolândia" e nerd com nota 6


ANNA VIRGINIA BALLOUSSIERDE SÃO PAULO






Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA