Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 2 de março de 2012

Referencias bibliográficas para a poesia Imparcialista


A literatura Imparcialista tem seu inicio no Empirismo, na Gnose e na necessidade de construir uma literatura que fosse a leitura da sociedade e do homem contemporânea, que tive função e razão de ser, que não fosse puramente realizada para agradar, embelezar, ornamentar, acalentar, encher páginas de livros, entreter e divertir.

A poesia Imparcialista, até o momento, possui apenas um poema publicado em livro, toda a produção do Imparcialismo é publicada no site Artigos Imparcialistas. A poesia Imparcialista é ainda muito Punk para ser aceitas em livros, e pela sociedade que gosta de agrados, entretenimento e acalentos...

 Por falta de referencia bibliográficas na literatura, o Imparcialismo buscou na sociologia as referencias bibliográficas como respaldo, legitimidade e dignidade para a sua leitura do novo contexto, nascida da observação e da análise do contemporânea nas mídias, ruas, lugares, homens, mulheres de todas as idades, comportamentos, pensamentos, aflições, conflitos, condutas, desejos, acontecimentos, análises interiores, conversas, medos... Entre essas referencia bibliográficas que são respaldo para a Literatura Imparcialista  estão  Zygmunt Bauman, Gilles Lipovetsky, Guy Debord e Jair Ferreira dos Santos.


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA