Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Tempo em que se mata a própria mãe para não trabalhar...

Tempo em que se mata a própria mãe para não trabalhar

Na sociedade do prazer a sociedade do consumo,
Das liberdades e do entretenimentos,
Com sua geração Imediatista,
Sem altruísmo,
Sem valores espirituais
Sem o valor do sacrifício e da conquista;
Matam  pai  e mãe
E para não trabalhar...

Salomão Alcantra
J.Nunez


Para ficar com herança, estudante de direito mata a mãe em São Paulo

Agência Estado

O estudante de Direito Kleber Galasso Gomes, de 22 anos, confessou ter assassinado sua mãe, Magda Aparecida Galasso Gomes, de 53. O crime aconteceu no sábado no apartamento da família em Perdizes, Zona Oeste de São Paulo. A confissão ocorreu nesta quinta-feira, durante interrogatório no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

> Comente esta reportagem com o repórter Ronaldo Vaio no Blog Papo com Editores 

Kleber foi ouvido na presença dos tios. Diante das contradições no depoimento, o estudante admitiu ter participado da morte da mãe. Ele afirmou que queria dar um susto nela, e o traficante havia concordado em ajudá-lo. Para tanto, levou o homem até a casa, na Rua dos Apinajés.

De acordo com Kleber, foi o traficante quem desferiu a primeira facada e, em seguida, fugiu. Os golpes subsequentes foram aplicados por ele.

O motivo do crime, de acordo com a polícia, teria sido a herança familiar. A mãe, uma jogadora de vôlei, é proprietária de dois imóveis, uma empresa e carros. Kleber é o único herdeiro.

A polícia solicitou à Justiça o pedido de prisão preventiva dele. Os investigadores querem agora identificar o homem que teria estado no apartamento da família. Segundo o porteiro do condomínio, havia uma segunda pessoa no local, que desceu no elevador e saiu. O funcionário, porém, diz que ele não apresentava manchas de sangue na roupa.

Os policiais do DHPP desconfiam de que Kleber conhece a identidade do traficante e quer saber se esse homem tinha consciência do plano. No depoimento, Kleber também contou que tinha problemas com o pai e a mãe e usava drogas há muito tempo.

Os tios disseram não saber disso. O estudante, inclusive, sumiu uma vez de casa por causa dos conflitos, e os pais chegaram a registrar boletim de ocorrência por desaparecimento.

> Comente esta reportagem com o repórter Ronaldo Vaio no Blog Papo com Editores

Matérias relacionadas






Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA