Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Novela Fina Estampa - Limites éticos e jurídicos da Inseminação artificial - Sociedade do desejo e do prazer

Sociedade do desejo e do prazer

A novela Fina Estampa traz à tona uma gestão ultramoderna
Que envolve inseminação artificial, sentimentos e justiça.
O tema com o qual a novela está trabalhando
Não tinha sido ainda colocado em discussão na sociedade.
Fica evidente nessa novela que a sociedade contemporânea ou a sociedade do prazer
Esta realmente iludida com os avanços tecnológicos e científicos
Que apareceu como à solução para todas as dores, carmas, mazelas e desejos humanos.
As tecnologias e os avanços científicos podem resolver alguns problemas e produzir
Muitos outros totalmente desconhecidos e sem controle.
A sociedade contemporânea é imediatista; 
Deseja resolver tudo de maneira paliativa e imediata;
A sociedade do desejo não aceita nem a vida e nem a morte;
Deseja resolver questões naturais aos homens
E a natureza com avanços científicos e tecnológicos.
Essa é a sociedade de visão plana, incapaz de olhar  a vida por todos os ângulos,
Essa é a sociedade focada apenas no desejo e no prazer,  e de felicidade com bases
Em satisfações materialistas que desconhecem as realidades e as leis ocultas do homem.
Esses são pontos discutidos na literatura Imparcialista.
Octávio Guerra
J.Nunez


Novela Fina Estampa da Globo esta colocando em debate um assunto delicado. Limites éticos e jurídicos da Inseminação artificial.

A médica Danielle (Renata Sorrah) usou sêmen de seu irmão falecido sem autorização expressa, para fertilizar o óvulo de uma doadora e implantar em Esther (Julia Lemmertz), que desconhecia o fato.

Segundo Maria de Fátima, a profissional se apropriou indevidamente do material genético de terceiros em benefício próprio. O ideal é que não existam interesses pessoais dos profissionais que realizam o processo.

Luta pela guarda - Outra polêmica da trama é a maternidade da criança. A médica fez uso do material genético doado por Beatriz (ex-namorada de seu irmão) para fertilizar o óvulo.
Beatriz doou os óvulos em um ato de solidariedade para que outras mulheres pudessem ser mães e não sabia que ele seria fecundado com o sêmen de seu namorado morto. Ao descobrir a história, ela resolve brigar na Justiça pela guarda da criança.
http://mediarfamilia.blogspot.com/2012/02/novela-fina-estampa-da-globo-esta.html

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA