Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Poesia de Plástico

Poesia de Plástico

Poesias apenas com a função de serem belas
São flores de plástico nas janelas
Com função de ornamentar as casas,
Ainda falam que a morte não chega para elas.

Poesia que releva o homem a si mesmo
São espinhos e flores naturais nos canteiros
Com a função de ferir, acalentar
E reproduzir vida, morte e liberdade.
Digo que elas brotam da verdade
Sobre os homens e a sociedade.

Falei dos homens, suas condutas, suas aflições,
Seus medos, seus vícios, seus conflitos e suas paixões;
Compreendi, agora abandono esse tempo fatal .
A poesia está preste a calar para sempre minha voz imparcial,
A minha poesia está preste a se tornar espectral.

José Nunes Pereira


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA