Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 10 de dezembro de 2011

Pós -Modernidade

Pós modernidade e deformação

Verbos contemporâneos:
Ficar,
Confiar
Nivelar
Deformar.


Ficar
É a falta de comprometimento sentimental,
Confiar
É inserir crianças e adolescente em um mundo adulto...
Nivelar
É fazer do ser humano um mero consumista...
Deformar
É destruir tudo que tem estrutura em nome do prazer.

Copiamos a igreja
Que beatifica, santifica, dignifica
E se molda de acordo com seu tempo
E assim,  de auto-destruição,
 Sobrevive na deformação
De nosso tempo.  

Salomão Alcantra
J.Nunez

Filme Confiar: Conflitos de nosso tempo



CONFIAR

Confiar é um filme que trata de dois temas contemporâneos
E que são conflitos entre gerações e distúrbios de nosso tempo.
O tema liberdade e acessos a todo tipo de conteúdo na rede de computadores
E o nivelamento, a Igualdade entre adultos, crianças e adolescentes.
  Crianças e adolescentes que são pessoas em processo de formação,
Que são indivíduos que ainda não sabem distinguir
O que é ilusão e o que é verdade, que desconhecem a maldade
E as realidades interiores do ser humano,
Adolescente que não possuem experiência de vida, os conhecimentos empíricos,
As desilusões que nos fazem adultos conscientes do mundo real,
Adolescentes que ainda confundem palavras com verdades e realidade...
  Esses fatos ficam evidentes quando o adolescente não aceita
Que certas situações são ilusão, enganos, traições, maldades, mentiras,
Crimes, que se escondem atrás de sentimentos bons.
Certamente é confuso para o adolescente pensar que o mundo
No qual ele está pisando pela primeira vez,  seja feitos de verdades e mentiras
Que se relacionam e se confundem... E que no mundo adulto temos nossas
Mentiras convenientes e nossas verdades intocáveis, e que ainda somos construídos
De desilusões e imunizados um dos outros conhecendo nossa capacidade de praticar o mal.
O filme mostra, sem crítica revelada, pais modernos que são mais amigos que pais;
Pais que passam de modernos e legais para irresponsáveis e negligentes logo que  ocorre
Uma desgraça com um filho adolescente que vive em seu mundo natural, em seu conto de fadas.
Inserimos e abandonamos crianças e adolescentes em um mundo
No qual eles ainda não sabem caminhar...
E não são imunes as realidades de um mundo perverso e adulto...
Isso é praticado com a naturalidade que olhamos para essa pós-modernidade.
J.Nunez

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

A TRISTE REALIDADE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA ...

Educação brasileira

Tudo tem um preço
Inclusive o crime;
Pague fiança e compre à liberdade...

Na escola pública
Não falte mais que o permitido
E ganhe o diploma de ensino médio
E a bolsa família.

Alunos com índole de brasileiro
Estão contando as falsas para não perder
A bolsa família e não dar chance dos professores reprová-los.

Alunos mais aplicados nos estudos
Estão questionando os professores com esse argumento:
Se alunos que brincam, jogam e escutam músicas
No celular dentro da sala de aula,
 Alunos que não tiram os cadernos da bolsa,
E que vão à escola igual turista ou fiscal passar de anos,
A sala inteira tem que passar.
Isso que é noção de justiça!

 Salomão Alcantra
J.Nunez

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Arte e literatura contemporânea: novos caminhos

A literatura e a arte contemporânea
Deveria ser uma pedra do estomago da sociedade,
Uma afronta revelada,
Uma provocação e um incômodo
 Para a sociedade do espetáculo,
Do prazer e do entretenimento...

A arte contemporânea não pode ser mais
Identificação e reflexo da desconfiguração
E da desvalorização de tudo;
A arte e a literatura contemporânea
Deve ser a leitura e a conscientização da auto-destruição.

J.Nunez

FAMÍLIA, SOCIEDADE, IMEDIATISMO, ALTRUÍSMO E PRAZERES E DESVALORIZAÇÃO HUMANA

Imediatismo e prazer

Sexo depois de beijar sem conversa,
Ela disse que sou imediatista na cama.
Noite paga com o cartão
De empréstimo imediato,
Quando chegar em casa;  
Comida industrializada feita em microondas.

O sexo heterossexual só tem um problema:
É natural demais que até engravida,
E obriga a montar família,
E dividir tarefas...

Meu amigo homossexual disse:  
Sexo gay não tem esse estorvo,
É sexo sem preocupação de família
E divisão de tarefas...
E ainda há o desfrute
De todas as liberdades sem os limites cristãos.

Homens e mulheres contemporâneos
 Desfrutam do poder econômico,
Das liberdades sociais e sexuais.
Marido e mulher discutem quem é que vai lavar louça...
Enquanto o outro conversa com amigos virtuais,
Ninguém quer sacrificar o prazer e o entretenimento
Por filhos, serviços  da casa e família.

Abílio Santana
 J.Nunez


Deuses, ídolos e mitos Pós-Modernos

Deuses, ídolos  e mitos Pós-Modernos

 Os deuses, as alegorias, os ídolos e os mitos dos outros,
 E de outros tempos;
Os Deuses indianos, os espíritos indígenas, os orixás,
 É que são ignorâncias, estupidez de cultura inferior.
Temos nossos ídolos e mitos pós-modernos;
 Estamos tão devotados que não percebemos a ilusão e a idolatria...

As idolatrias é uma válvula de escape para a vida
Que é sempre muito mais que podemos viver...
A vida não é intensa e nem dinâmica como nos filmes,
Então gastamos nossas vidas em adorações aos ídolos.
.
Nossos ídolos pós-modernos são outros,
E são frutos da cultura industrializada e globalizada,
Da cultura de consumo de bens e produtos...
Nossos ídolos são criados pela sociedade do espetáculo,
Nossos ídolos pós-modernos não fazem milagres
E não nos dá nada mais que o entretenimento,
Que é o produto que eles vendem.

Nossos ídolos são frutos de aberrações sociais
Que só o capitalismo e a indústria do espetáculo podem criar:
Ídolos descartáveis  e tão bem pagos que chega a ser surreal,
Tão bem pagos que o valor do trabalho perde o sentido.
Nossos ídolos são no futuro velhos deprimidos.

Nossos ídolos são descartáveis como tudo na sociedade imediatista.
Nossos ídolos são adorados, nos guiam, inventam comportamentos,
E laçam moda que adotamos cegamente...
Nossos ídolos não prometem mais do que podem dar;
Nós é que pensamos que nossos ídolos são as nossas vidas
E que merecem nossa entrega de corpo e alma...

Os ídolos de minha juventude estão mortos,
São velhos abandonados, desconhecidos e deprimidos...
Meus ídolos têm muito historia para contar, mas ninguém quer ouvir,
A sociedade do espetáculo construiu outros ídolos descartáveis
Que estão no lugar dos ídolos de minha juventude...
Sociedade do prazer, do entretenimento e do espetáculo,
Velha fábrica de ídolos... Asilo, depósito e hospício de meus ídolos.

Acampamos nas portas de nossos ídolos,
Mandamos beijos desesperados falamos diante das câmeras de televisão
Que morremos e matamos por nossos ídolos,
Falamos que podemos deixar as pessoas de nossa vida real pelos nossos ídolos,
Defendemos nossos ídolos com a vida, e damos aos nossos ídolos
 O domínio do nosso coração, nossa vida e nossa mente...

Vivemos em função de nossos ídolos
Porque eles nos dão segurança e ilusão
De pertencermos a um grupo...
Ser aceito de algum modo
Está entre nossa necessidade básica.


Os ídolos dos outros pertence a um mundo espiritual
Dão a eles uma visão holística do universo
Nossos ídolos são de carne e osso
E nos dão os entretenimentos fugidios e prazeres imediatos...

Nunca atirei pedra, nunca dei soco e paulada pelos meus ídolos,
Nunca chorei feito tietes apaixonadas,
Nem acampei um mês e passei fome nas portas de meus ídolos.
Minha sanidade e realismo
Não me deixou ser adorador de ídolos pós-modernos...
No altar está meu ídolo que me promete o universo,
As dimensões e a imortalidade da alma.

Salomão Alcantra
J.Nunez

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

fotografias de crianças fumando cigarros, charutos e cigarrilhas - Sociedade Possibilista



A fotógrafa belga Frieke Janssens criou uma enorme polêmica na internet ao divulgar uma série de fotografias de crianças fumando cigarros, charutos e cigarrilhas. Seu objetivo foi questionar a recente proibição ao fumoaprovada em seu país de origem - para ela, a medida trata os adultos como crianças que não são capazes de decidir sozinhas o que é bom ou mal para si mesmas.
http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2011/12/07/fotografa-belga-cria-polemica-com-serie-de-imagens-que-mostram-criancas-fumando.jhtm



POSSIBILISMO

Essa é a sociedade possibilista,
Sociedade do espetáculo,
Sociedade que produz notícias e polémica,
Sociedade que faz de tudo possibilidades
De sucesso, fama, compra, venda e mercado...
Essa é a sociedade do consumo
E criação de público consumidor

J.Nunez

FAMÍLIA, CAPITALISMO E TRABALHO DENTRO E FORA DE CASA...

Família e capitalismo

Quando falamos em igualdade dos sexos
Vêm as questões do trabalho fora de casa,
O sucesso profissional, a dedicação a carreira,
A Liberdade sexual, social e econômica,
Os prazeres, os entretenimentos e os consumos
De produtos e serviços pelos quais
A sociedade contemporânea vive e morre...

Quando falamos de marido é mulher;
Quem é que vai largar o osso...
Quem é que vai abandonar o sucesso,
A  emancipação sexual, econômica e social
Em nome dos filhos e do trabalho de casa...

Divisão de trabalhos domésticos
Entre o homem e a mulher!?
Parece uma solução! 
Até observarmos a família e a educação
Depois que a mulher deixou a casa...

Quem é que vai largar o osso!
A mulher sempre considerou
A função de educar e cuidar da casa
Uma função desvalorizada...
 Porque o homem aceitaria essa condição?

O homem deveria ganhar o suficiente
Para sustentar a sua família,
A mulher está no mercado de trabalho
Também porque o homem sozinho
Não consegue prover as necessidades da família...
Nem sempre é guerra dos sexos
Há também a desvalorização do trabalho.

Porque o homem não deixa o trabalho fora de casa
E vai cuidar dos filhos!?  Isso é preconceito!
Isso é estereótipo, isso é ignorância!
É melhor os dois ( homem e mulher)
Usados pela industrialização e o capitalismo
Tomar consciência que não são nada mais que frutos do contexto,
E de como o sistema os programou...

Octávio Guerra
J.Nunez


Natal e conotação sexual...





Natal Capitalista

O Natal era religioso e espiritual,
Representava  o nascimento de Jesus Cristo
Foi explorado pelo capitalismo e sua criação de mercado...

Agora o possibilismo característico da sociedade capitalista
Esta transformando o Natal em sexo e luxo...
  Playboy Natal...
O Natal agora tem conotação sexual...
Essa é a sociedade sexualização de tudo.

Albano Morais 
J.Nunez

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

VIDEO: MOVIMENTO LITERÁRIO IMPARCIALISMO

A sociologia como base para a literatura contemporânea...

http://literaturaimparcialista.blogspot.com
A construção da nova literatura

A poesia contemporânea ainda está preocupada com a valorização,
Com a crítica, com o status de arte, com a função de ser bela,
 E os leitores que nunca conseguiu,  e nem vai conseguir...
A poesia contemporânea precisa deixar essas bobagens de status
E sair elas ruas com paus e pedras na mão.

A literatura contemporânea deve caminhar de mãos dadas com sociologia;
Essa sim possui status e função na leitura do contemporâneo.
A sociologia é o caminho para a revolução na literatura e na arte...
A poesia tem que deixar os lamentos de rejeitados
E revoltar contra essa rejeição feito excluído
Que sabe que sua função na sociedade é o trabalho e a luta.

Por que a poesia insistir em agradar se nunca foi reconhecida de modo objetivo?
A poesia tem que esquecer o reconhecimento que não vem,
Parar tentar agradar e caminhar desassociada de qualquer classe social;
A poesia contemporânea deve praticar a auto-exclusão.

A função da poesia contemporânea é a leitura de seu tempo
Com suas bases na sociologia, na psicologia, na filosofia e no esoterismo.
A poesia contemporânea pode ser bela como nunca foi,
Porém a poesia contemporânea
Estará nas ruas com pau e pedras na mão...

J.Nunez


Divulgue acessando:

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Lei para a socidade do prazer

Sociedade do prazer

Homem estuprado,
Crime pago,
Beijo gay em público,
Mulher ativa...
Não, não é filme pornográfico!
São as leis
Da sociedade do prazer!

Salomão Alcantra
J.Nunez

Homem estuprado...

Sociedade do nivelamento

É proibido fumar em espaço público,
Beber dá mais lucro!  Estão pode...
Beijo gay é permitido;
O cidadão, o consumo, os direitos iguais
E o prazer está acima dos conceitos religiosos
Na sociedade do prazer.

Homem também é estuprado
E sujeito passivo.
A mulher ganha status
De sujeito ativo no crime de estupro,
Essa é a igualdade dos sexos.

Crianças e adolescentes são iguais aos adultos,
E os pai sem autoridade é negligente...
Essa é a sociedade dos nivelamentos,
Essa é a sociedade do prazer!

Salomão Alcantra
J.Nunez


Sociedade dos prazeres e dos direitos acima dos conceitos religiosos...

Beijos na sociedade do prazer

A criança pós-moderna perguntou a mãe:
_Aqueles dois homens beijando podem ter filhos!
A mãe respondeu carinhosamente:
_ Não filho! Eles são homens!
_ Estão porque eles estão se beijado se não podem ter filhos!
_ Eles se beijam porque se gostam!
_ Quando eu crescer posso beijar homem!
_ Claro que pode filho! _ Mas não dá para ter filhos!
_ha!  estão eu só vou beijar mullher?
E assim o ser humano se multiplica.

Abílio Santana
J.Nunez

TEMPOS PÓS-MODERNO

Tempos Pós-Moderno

O tempo das liberdades sexuais é também o tempo da AIDS,
O tempo da emancipação feminina é também o tempo
Da mulher sobrecarregada de obrigações e de conflitos...

O tempo do sexo em tudo é também o tempo  
De encapar o órgão sexual masculino e feminino...
O tempo das marchas pela liberação da maconha é também o tempo
Da proibição do cigarro e da ditadura da opinião contraria.

O tempo das liberdades sexuais é também o tempo
Que cobrimos nossos sexos e nos abstemos do contato natural...
As doenças causas pelo sexo nos retardaram no caminho da bestialidade,
E da destruição de todos os valores em nome das liberdades sexuais.

O tempo do homossexualismo e das discussões a respeito do aborto
É também o tempo da repressão do conceito cristão e do heterossexual.
Esse tempo de direito da criança e do adolescente
É também o tempo da destruição da família,
Da educação e do nivelamento entre quem deveria ser educado
 Com aquele que tem a obrigação de educar...

Os mesmos educadores que acreditam  com sinceridade
Que o professor deve ser valorizado
É o mesmo educador que reduz o professor a mero mediador
Em uma sociedade que desconhece o altruísmo
E que perdeu o gosto pelo conhecimento;
Entorpecida de entretenimento e prazeres de todos os tipos etc.


 O consumo é nossa válvula de escape do desejo sexual reprimido
Pelas reservas de valores que ainda nos restam
E pelas doenças que nos assolam.
A superação dos vírus da AIDS comprova à seleção natural de Charles Darwin,
E imita a sociedade imediatista, a rapidez era da informação,
O individualismo extremo, a auto-eliminação
E a masmorra que se tronou as liberdades pós-moderna.

O tempo do direito aos protestos junto com a emancipação feminina  
Proporciona aos homens, entorpecidos de sexo fácil,
Os protestos realizados com topless enlouquecedores.
O tempo das lutas pelo direito da manifestação de opção sexual
É também o tempo que mostra do que o sexo gay
É capaz de fazer em publico, e que é proibido aos heterossexuais
Em seus dias mais loucos de desejo...

O tempo do consumismo e da industrialização e da sustentação desse sistema
É também o tempo das buscas pelos equilíbrios no consumo, na sociedade,
Na exploração dos recursos naturais e na preservação da natureza.   

Albano Morais
J.Nunez

domingo, 4 de dezembro de 2011

FEMEM: protestos na sociedade sexo em tudo, sociedade do prazer e do entretenimento..



Essa página no meu blog é a hipocrisia da hipocrisia,  coloco os seios das meninas que dão mais acesso que meus textos, será que alguém vai ler meu texto!

Protesto na sociedade do prazer

Topless, essa é a maneira pós-moderna de protestar
Na sociedade do prazer, do entretenimento,
Da comercialização de tudo e do sexo fácil em tudo...
  
Não sabemos se esse protesto é a  “hipocrisia da hipocrisia”
Que esconde o exibicionismo, ou se de fato isso é protesto sério...
Se isso é protesto sério, simplesmente, ninguém quer saber
Contra o que as garotas do topless estão protestando,
Esses seios amostra tiram o foco de qualquer coisa séria...

O que vemos não são ideais e teorias...
São seios e corpos de mulheres lindas
Em um exibicionismo perigo...

Acho que essas garotas aprenderam com o carnaval brasileiro,
Que coloca mulheres e travesti de fio dental,
Estimula o sexo nas avenidas das cidades brasileiras e
Coloca um samba enredo que dá uma cara de cultura;
E o que prevalece é uma vontade louca de fazer sexo...
Durante os quatro dias de carnaval.

Contra o que mesmo o grupo FEMEM protesta!
O que dizia o samba enredo da escola de samba
Daquela musa descartável de carnaval...

Essa é a sociedade carnaval...
Sociedade sexo em tudo,
Sociedade império do desejo e do prazer,  
Das faltas de comprometimentos,
Destruição de todos os valores humanos,
Desequilíbrios, possibilismos, extremos absurdos...

Essa é a sociedade Hipocrisia da hipocrisia:
Que fala contra o sexo enquanto explora ganha audiência com sexo exibido
Para dizer que é contra o que foi exibido,
Que fala da miséria enquanto fatura em cima da miséria.

Essa é a sociedade que mostra o sexo, faz dinheiro com o sexo
Em programas religiosos que fala contra o sexo, as drogas e as prostitutas...
Mostram o sexo, ganha audiência com o sexo
Enquanto vão mostrando e dizendo o quanto isso é pecado
E o quanto são contra o sexo e a vida depravada que estão mostrando...

A hipocrisia da hipocrisia me prende com as imagens
Que eles pregam contra; não consigo ouvir o discurso hipócrita!    

Albano Morais
J.Nunez  

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA