Postagens

Mostrando postagens de Setembro 11, 2011

Amor: clássico, moderno e transcendental

O amor clássico era tão intenso... Que anula os seres que se amavam, Os amantes não tinham objetivos reais e vida real, Apenas se amavam eternamente E anulavam a vida e o ser humano. No amor contemporâneo As pessoas vivem tanto a vida real e o ser humano Que anula a eternidade e o próprio amor Que se tornou apenas sexo gostoso... Os amores em todos os tempos Só pode encontrar equilíbrio na magia sexual Que torna o amor humano, transcendental, sexual e eterno. Perfeito! Salomão Alcantra J.Nunez

POR QUE ESCREVO NA INTERNET?

Por que escrevo na internet? Escrevo porque a internet aceita qualquer coisa, rararaaaaa! Escrevo porque não vou estou disposto a viver frustrações, Não estou disposto a ouvir aquela conversa clichê: Seus textos não atende ao mercado consumidor No qual nossa empresa está direcionada... Não quero ver gavetas e mais gavetas entupidas de papéis, Escrevo porque não quero atender público nem um... Escrevo porque minha literatura tem muito pouco de propósito literária e Objetivos profissional, e muito de propósito de auto-desenvolvimento E compreensão de mim mesmo e de nosso tempo, E isso não espera! J.Nunez

POEMAS PARA GENTE SUJA...POESIA IMPARCIALISTAS

Em mim a falta de arrependimento e sentimento de culpa não é perfil de criminoso; em mim essa falta de sentimento de culpa e arrependimento do que fiz ou disse é a mais pura frieza imparcialista comigo e com o  próximo. Não tenho aquele sentimentalismo e aquela encenação de vida, felicidade e alegria tão comum em pessoas que se arrependem do que fez e falou, não sou de arrependimentos porque em mim não há sentimentalismo, amor e vida encenada, o que digo e faço é uma realidade permanente com a frieza das verdadesnada românticas; minhas verdades não são ditas quando são insuportáveis, porém minhas mentiras quase sempre omitidas ou são bem elaboradas para esconder essas verdades difíceis de ouvir. Não me arrependo das mentiras salvadoras, afinal,eu as aprendi com a igreja católica.Não tenho o sentimentalismo românticos das pessoas que descobrem e esquecem por centenas de vezes o sentido da vida. Esse sentimentalismo que desperta o sentido e a encenação de vida mística, religiosa e feliz e…

GAMES EM SALA DE AULA

GAMES EM SALA DE AULA, JÁ NÃO BASTA OS CELULARES PARA OS ALUNOS JOGAR, E RÁDIO DO CAMELO VINDO DA CHINA, ENQUANTO O IMBECIL DO PROFESSOR FALA!
JÁ NÃO BASTA OS COMPUTADORES ONDE OS ALUNOS SABEM APENAS O QUE NÃO SER PARA NADA, ONDE OS ALUNOS PROCURAM MÚSICA TÃO RUÍM E TÃO SEXUAL QUE NÃO SER NEM PARA CULTURA POPULAR, JÁ NÃO BASTA A FALTA DE INTERESSE QUE LHE É NATURAL.
ESSA É A SOCIEDADE DO PRAZER E DO ENTRETENIMENTO ESSA É A SOCIEDADE NÃO PENSANTE, ESSA É A SOCIEDADE QUE SE ENTREGA EM NOME DO NÃO ALTRUISMO, EM NOME DO IMEDIATISMO DE UMA GERAÇÃO QUE DESCONHECE QUALQUER VALOR HUMANO, E POSSUI O CONSUMO COM ÚNICO VALOR.
O QUE OS ESPECIALISTAS DA EDUCAÇÃO ESTÃO PENSANDO! SERÁ QUE ESTÃO PENSANDO EM FORMAR INDIVÍDUOS QUE VIVE EM UM MUNDO VIRTUAL, EM UM MUNDO EM QUE TUDO ESTÁ FEITO É SÓ COMPRAR, EM UM MUNDO DESUMANO! SE FOR ESSE O OBJETIVO ESTÃO NO CAMINHO CERTO!
HÁ! QUE SAUDADE DE INFÂNCIA CRIATIVA, DO TEMPO EM QUE AS MENINAS E OS MENINOS CONSTRUIAM SEUS BRINQUEDOS E IMAGINAVAM SUAS BRINCADEIRAS.... HÁ! QUE SAUDA…

Educadores aprovam utilização de games em sala de aula

Imagem
Educadores aprovam utilização de games em sala de aula Ainda não está claro quais serão os impactos reais dos jogos eletrônicos no desenvolvimento de crianças, mas as iniciativas para combinar conteúdo pedagógico com games vêm se multiplicando nas escolasFonte: Valor Econômico (SP)

  Ainda não está claro quais serão os impactos reais dos jogos eletrônicos no desenvolvimento de crianças e adolescentes, mas as iniciativas para combinar conteúdo pedagógico com o universo dos games vêm se multiplicando nas escolas brasileiras, com apoio dos educadores.
O tema, que permanecia restrito aos profissionais do ensino, ganhou destaque nesta semana, quando o governo federal anunciou que estuda reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) cobrado sobre os jogos digitais, desde que eles tenham aplicação educacional.
Para Rosemeire da Silva, coordenadora do curso de espanhol do Colégio Bandeirantes, de São Paulo, a junção entre Educação e games é uma das alternativas mais eficazes para res…

Mercado consumidor, capitalismo e mulher no mercado de trabalho

Mulher e Consumismo A mulher, o homem metrossexual e o publico gay São potências consumistas. A mulher no mercado de trabalho é muito mais favorável A uma sociedade que se estruturou com base no consumo, No materialismo, no lazer, na superficialidade e na vaidade... O homem tradicional e apurado sem sua essência de homem... O homem constante, amante do conhecimento e do poder, Dedicado a uma causa, altruísta e concentrado, Qualidades que construíram os gêmeos da humanidade, Foram substituídas no homem pelas vivencias de sexo fácil Consumo, entretenimento e prazer... O homem pós-moderno está inserido desse mundo De consumo e superficialidade, porém dopados de sexo. São as mulheres e o publico gay as grandes potências consumistas. A mulher pós-moderna vive esse possibilismo de poder e consumo, E diante dessas possibilidades deixam a essência da mulher, E passam a ser uma mulher que se constrói para atender A sociedade capitalista e consumista... A sociedade pós-moderna é a autodestruição, Enquanto se …

A NOVA ORDEM MUNDIAL

Imagem

Tempo de sexualização de tudo, sexualização do esporte : jogadores, jogadoras, e torcedoras nuas

Imagem
SEXO E ESPORTES Jogadores, torcedoras e jogadoras nuas, Essa é a sexualização do esporte, Essa é a sexualização de tudo, Já vivemos a comercialização de tudo,
O próximo passo era esse mesmo! A sexualização de tudo...
Apesar dos elogios libertinos e sexuais Isso não é evolução humana! A nossa sexualidade não é indígena, Não é holística e não é natural, Nosso nudismo é exclusivamente libidinoso, Nosso nudismo é possibilidade de aparecer; Própria da sociedade do sexo fácil e do prazer.
O possibilismo é exclusivo desse tempo
Em que tudo é construído ou destruído
Em nome do prazer, do sexo, do aparecer e vender...

Octávio Guerra
J.Nunez

EMEM ESCOLAS PUBLICAS E PARTICULARES

Imagem

AMOR NA POESIA IMPARCIALISTA

Por alguns momentos eu pensei que fosse amor, Até sofri e chorei... E todas aquelas coisa que dizem que é sinônimo de amor, Mas esse mesmo sentimento que sinto no coração E sutilmente entre as pernas, Senti por outras mulheres, Então descobri que não era amor, Era luxuria entre as perdas e instinto sexual no coração, Eu poderia ser simplista; dizer que estou amando de novo E que foi amor a primeira vista, Isso é bonito, cristão e digno, Mas a poesia imparcialista é cruel comigo e com a sociedade, E não me deixa mentir.... Abílio Santana J.Nunez

Silogismo Amoroso

Silogismo Amoroso Eu só amo quem me ama Você diz que não me ama Logo eu também não te amo, É assim mentimos o nosso amor E sofremos as dores do orgulho, E do amor impossível. José Nunes Pereira J.Nunez

Exploração da pobreza pela televisão e sua realizações de sonhos patrocinados pelas indústrias..

Sociedade Arena Romana A sociedade do espetáculo de Guy Debord, A sociedade do sexo virtual, Amor virtual, amizade virtual, fama virtual e imediatista, Mentira virtual, especulação virtual, traição virtual, guerra virtual... Sociedade reality Show, arma climática... Sociedade que deixa a vida e a cultura por estupidez em vídeos no youtube; Esses que aparentemente são bobagens passageiras, porém Possuemforçasuficiente para destruição da cultura elevada. Sociedade dos possibilitas, dos sem talento, dos sem vocação, Dos artificiais, dos superficiais, dos exploradores e explorados Por novas formas de exploração, Dos explorados pela mídia com seus shows de horrores, Da pobreza produto explorado pela televisão Que faz da desgraça e da miséria alheia Um produto de entretenimento, Prática de bondade e caridade capitalista e televisiva... Sociedade de pessoas que são expostas em nome de seus sonhos Que a mídia realiza justamente com as indústrias que faz propaganda Em cima do miserável desesperado por um …

Sociedade fama no Youtube

Sociedade do espetáculo, Sociedade possibilita, Sociedade vídeo do youtube Sociedade que aprecia idiotices em vídeos, Sociedade leviana de apreciação superficial E de fama instantânea E do esquecimento mais instantâneo ainda. Sociedade que se expõe ao ridículo Em troca de um fama imediatista, Sociedade que expõe qualquer coisa Em nome de sucesso de internet, Sociedade que perdeu a cultura refinada Para vídeos maldosos e engraçadinhos na rede. Sociedade virtual, arena virtual, crime virtual... Tempo de Romeu virtual, Romeu ladrão... Romeu que faz amor online... Com Julieta que jamais se mataria por amor. Quando eram marido e mulher Ela deixava filmar todas as cenas de sexo, Dizia ele que era prova de amor, Agora que o amor acabou as imagens caiu na net. Salomão Alcantra J.Nunez

Estereótipos de Brasileiro:Sexo, futebol e mulheres...

Sexo, futebol e mulheres... É um tal de esquecer de por calcinha, De falar que fez ou não fez sexo anal, É uma coisa de mostrar os seios, É Reality Show de palavras chulas, E pornografia em horário nobre, E dança que transpassa o conceito de erótico E se torna nojenta e estúpida, É uma coisa de marcha para vícios e sexo, É uma coisa de ficar pelado para protestar Por coisa sem importância, É um negocio de matar e morrer por time de futebol, E tudo isso é mais notícia que a crise mundial, E tudo isso é estereótipos de brasileiro, Meu Deus, nessa terra não tem gênios para ganhar o Nobel e o Oscar. Essa é a sociedade do prazer e do sexo fácil. Esse é o puteiro do mundo. Salomão Alcantra J.Nunez

Em defesa de Priscila Machado

Imagem
"Respeito é bom e todo mundo gosta.
Trabalho duro, sério e sempre tive caráter.
Ninguém nesse mundo tem o direito de me julgar por nada...",
 desabafou por sua página no Twitter (@priscilamachado)

Em defesa de Priscila Machado.

O Brasil é o país mais hipócrita do mundo, Um país que tem o funk do Rio de Janeiro E sua sexualidade degenerada, As músicas degradantes da Bahia e sua sexualidade bestial A surra de Bunda, que ultrapassou o erótico E entrou no campo estupidez humana, O KUDURO, o carnaval e seu sexo explicito, As artistas pornôs que se dizem artistas, Um país que nos quatro dias de carnaval Fica parecido com um puteiro; Querer fazer barulho por causa de um seio amostra! Faça-me o favor, não sejamos mais hipócrita, isso é ridículo, Estou longe de ser um liberalista, Mas odeio essa hipocrisia brasileira, De puritanismo fora dos dias de carnaval... J.Nunez