Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 20, 2011

Sem camisinha não dá...

A Vovó advertia mamãe: _ Antes do casamento não dá...

A mamãe moderníssima diz para a filha:_ Sem camisinha não dá...

Não dá para não dar... ou não dá para transar...

Ou não dá os dois juntos... vovó era bem enfática...

Não dá de não dar de jeito nem um...

Vovó conhecia muito bem os homens...

Sabia que sexo, que chamavam de amor,

Era a vida dos homens...

Morriam e matavam pelo amor que levava ao sexo de cada dia...

Agora os homens modernos que são muito esquisitos,

Porque perderam a essência de ser homem

E andam até colocando silicone na bunda...

Esses homens moderninhos que é fruto do poder socioeconômicos das mulheres,

Esse homem moderno que é um produto para um mercado consumidor

Chamado mulheres emancipadas e poderosas,

Esse homem perdeu a essência de ser homem

Porque se tornou um agrado para as mulheres

E um desmotivado pelo sexo fácil e a qualquer hora...

Sem camisinha não dá, com camisinha vou pensar...

Pensei , e já dei...Somos imediatistas...e tudo é feito em microondas

Em ba…

A sociedade Imediatista

O Imediatista


Eu sou imediatista, eu sou da sociedade do prazer,

Eu quero tudo, e agora!...Eu quero tudo em banda larga

Eu quero o amor romântico, Eu quero o sexo casual

Eu quero amigo virtual, eu quero paz, eu quero sucesso,

Eu quero seguidores no Twitter, eu quero descobrir a cura...

Eu quero destruir a morte, eu quero comprar a vida....

Eu quero filhos, eu quero esposa, eu quero prostitutas.

Eu quero um megaorgasmo... eu quero eliminar a idéia de pecado

Eu quero inventar um Deus conivente com minhas baixezas,

Eu quero adaptar o livro sagrado com a minha realidade...

Eu quero moldar a história...

Não quero nada que castiga ou pede sacrifícios...

O meu imediatismo é reflexo da banda larga,

É reflexo desse tempo em que tudo está à venda

É reflexo dessa compra e venda de prazeres...

É reflexo desse tempo em que tudo pode vir a ser mercado consumidor...

Podemos prostituir, podemos alterar tudo

E fazer verdades ao gosto do freguês....

Tudo está em menus...e as possibilidades de prazeres…

Pesquisas sobre a sociedade imediatista...

O Movimento Literário Imparcialismo realiza a Literatura Imparcialista e produz a literatura para o novo contexto através da observação da sociedade contemporânea pelas seus poetas Imparcialistas.
Entre essas pesquisas está a sociedade imediatista, a sociedade do prazer, a sociedade sexo fácil, a sociedade possibilista, a sociedade consumista, a mulher no poder, a degenaração do homem, a frouxidão moral, a sexualidade confusa, o multiculturalismo, o globalismo cultural, a demogracia da informação e do conhecimento, a desinformação da informação etc

A sociedade imediatista, a sociedade do prazer....

Por que os homens gostam de mulheres poderosas?

Quem disse isso? Os homens não gostam de mulheres poderosas!

Na verdade gostam como mais um fetiche

Nesse tempo de sociedade do prazer, nessa sociedade sexo fácil...

Os homens gostam das poderosas, das santas, das que parecem santas,

das loiras, das negras, das mulatas, das que não parecem mas são santas, da quase mulher,

Da quase homem, das ruivas, das asiáticas, das comportadas,

Das que são santas mas não parecem,  das depravadas...

Se esqueci alguma, não se preocupem, certamente eles gostam também...

Afinal  somo cada vez mais animais instintivos...

Esse é o tempo em que não se vive o amor,

Ou se vive o amor se considerarmos o amor

Um menu de homens para mulheres

Mulheres para homens, ou tudo junto, ou de opostos para opostos.

É imprevisível as possibilidades dessa sociedade do prazer...

Amor é menu, amor é amor mesmo.... quando é amor sentimentalista

E desassociado do sexo fácil...Para ser amor tem que ser cristão e causar alegria…

FUVEST 2011 O altruísmo na sociedade contemporânea....

Pesquise a Literatura Imparcialista do poeta J.Nunez e aprenda sobre o novo contexto,a sociedade contemporânea, a sociedade imediatista, a sociedade do prazer, o individualismo,a falta de altruísmo, a sociedade possibilista, a sociedade que não se importa com outra coisa se não a satisfação de seus desejos, a sociedade do consumo, a sociedade pós Modernismo etc

Entre em contato com J.Nunez
j.nunez@bol.com.br

Amor na sociedade contemporânea e seu sexo fácil

Amor é capricho e luxo


Sim, posso aceitar, não levo o coração à sério.

Você ainda pensa que não pode ser porque não me ama,

Tudo bem! Eu também não te amo...

Por isso que é perfeito!

Amor assim não tem peso, e não sabe machucar...

Se um dia você for embora certamente poderei compreender, afinal

Eu possui seu corpo, mas seu coração nunca foi meu,

Também não fiz questão de que fosse.

Não, não tenho esse luxo...

E porque eu deveria querer esse coração só para mim!

Eu que sei tanto sobre o amor...

Não quero mais que a rigidez do seu corpo e a leveza de sua vida,

Afinal seu coração desejaria meu olhar

Enquanto que sua boca é sufocada por outros beijos...

Prefiro teu corpo que se entrega por inteiros...

Seu corações deixo para que não sabe viver a leveza de amar...

Hermínio Vasconcelos

J.Nunez

Poesia sobre o ficar dessa geração sociedade do prazer.

Pode ficar com outro...


Pode ficar em mim, deixe eu ficar em você,

Pode ficar com o outro, dentro do outro, sobre o outro

Mas não deixe de ficar em mim

Que eu não deixo de ficar em você....

Pode ficar, pode deixar ficar

Até mesmo porque é inevitável

Deixar de ser o outro, de estar no outro

E do outro estar em você

Porque somos feitos das sensações

Dos sentimentos e das lembranças sobre o outro.

A outra me constitui...você me absorve

Eu estou na outra de algum modo,

O outro te consome,  você consome o outro...

Cadê o ciúme! Não há ciúmes porque essa orgia é dentro de cada um...

Essa é um espécie de bacanal abstrato, em segredo

E que praticamos inconscientes...

Meu Deus!... Por onde anda à hipocrisia...

Por onde anda o amor cristão e padronizado...

Salomão Alcantra
J.Nunez

O conservadorismo e o regionalismo livre na poesia imparcialista

Imagem
Francisco Medeiros poeta conservador dos bons costumes, da moral, da coerrência com a vida, da dignidade, da caridade cristão e da decência , qualidades que ainda são manifestadas no ser humano, mesmo neste tempo de liberdade sexual e sexo casual. Este poeta é vítima da inversão de valores e das degenerações sexuais e morais que são vistas hoje como progresso e evolução. Representa os que na sociedade mesmo sem manifestar sua opinião são inflexíveis. Estas virtudes que se vê neste poeta, é na verdade fruto de uma dura disciplina, está conduta perfeita não é gratuita, é uma constatação de que este é o melhor caminho para a humanidade. O conservadorismo é contrario as conceitualizações que busca desvalorizar o que está estabelecido como certo e construir conceitos e verdades que são favoráveis as sua fraquezas e degenerações.