Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 16, 2011

Povo cool

Povo cool
Somos o povo mais cool do mundo, Seria melhor que fossemos o povo mais culto do mundo, O povo que mais lê no mundo, O povo que mais valoriza a educação no mundo, O povo com a melhor distribuição de renda do mundo, O povo com a melhor segurança pública do mundo, Que somos ainda colonos e colonizados todo mundo já sabe, Que somos submissos também todo mundo já sabe, Que nosso excesso de alegria Beira a irresponsabilidade e a preguiça Todo mundo já sabe.... Somos o povo que ainda não aceitou sua brasilidade... E estão confundindo isso com povo cool.


SALOMÃO ALCANTRA
J.Nunez

A SIRENE DO DESCASO HISTÓRICO...

A Sirene nós acordará....


A sirene mais moderna do mundo

Para sinalizar perigo de morte no Morro do Borel.

A sirena que alertará sobre o descaso histórico,

A sirena que nos acordará para a triste realidade,

A sirene que nos expulsará de nossos lares,

A sirena sem grito de dor nos colocará nas ruas

Sem rumo e sentido de viver...,

A sirene que nos lembrará dos preconceitos,

Das ilegalidades, das promessas e das faltas de oportunidades,

A sirene que nos lembrará quem somos e de onde viemos,

A sirene que nos lembrará que estamos em áreas inapropriadas,

Como se não soubéssemos.

A sirene imparcialista que despertará pobres e ricos.

A sirene de olhar superficial de especialista.

A sirene que não nos deixa em paz

É a sirene do descaso histórico...

Essa sirene não deixará cair no esquecimento

As dores de nossas perdas e as dores de estar aqui

Onde há uma história de um Brasil que ninguém quer contar.

Octávio Guerra

J.Nunez

Cidade de Marília: Artigos e poesias

Cidade de Marília: Artigos e poesias: "Literatura ImparcialistaPoesia Esotérica Imparcialista Holística oriental e individualismo ocidental é o ... Amor e verdades sobre o amor ..."

Cidade de Marília: Poema para os desabrigados no país....

Cidade de Marília: Poema para os desabrigados no país....: "A Natureza Imparcialista dos riosRios de lama descem os morros das cidadesUm rio indiferente a condição social e cultural,Um rio de natureza..."

A natureza não se adapta aos homens....

A Natureza Imparcialista dos rios


Rios de lama descem os morros das cidades
Um rio indiferente a condição social e cultural,
Um rio de natureza imparcialista retorna ao leito,
Um rio de lama cobra seu o lugar,
Um rio indomável, indolente e impetuoso ignora tudo...
Rio de lama que desperta; assombra o mundo...


A natureza não se adapta aos homens.


Rios de lama descem os morros das cidades,
Rios de lama encobriram tudo por onde passou
Rios de lama descobriram o humanismo nos homens,
Revelaram herói, voluntários, vitimas e guerreiro da vida,
Rios de lama abriram o coração desse país,
Assombramos o mundo com nossa força e generosidade...

Octavio Guerra

J.Nunez

A métrica Imparcialista