Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

domingo, 27 de novembro de 2011

Inclusão do mulato e do negro..

O caminho da inclusão

Olhe para mim e dirá que sou pardo, e até mulato;
Pardo ou mulato criado na doutrina evangélica cristão,
E,  por gosto próprio, estudante de esoterismo gnóstico desde os catorze anos...
Que cultura afro-brasileira eu possuo?
Que raiz afro - brasileira eu possuo?
O Brasil possui, em sentido geral, uma única cultura, futebol! Com seu patriotismo tolo,
Misturado com as novidades da indústria do divertimento com sua cultura comercial.
O carnaval não é cultura unânime no Brasil, e além do mais,
 A muito tempo se tornou produto de cultura comercial e pretensões culturas
Que escondem um único desejo, o sexo e o vícios aqui no puteiro do mundo...
Programas de televisão apresentados por negros,
Com participação só de negros, entrevistas com negros,
Com negros na produção e o máximo de negro em tudo...
Essas manifestações não são coerentes a um mundo globalizado
A um país multicultural e miscigenado,
Não somos africanos! A cultura africana também não é unânime!
O Brasil não é a África! O que vemos nas favelas
São copias abrasileiradas da cultura americana...
Isso não é cultura brasileira, é cultura americana globalizada e comercial...
Não são mulatas de fio dental, e garotos dançando Hip hop, desenhando grafite
E mulatos tocando samba que irá incluir e dar ao negro todos seus direitos de cidadão...
A educação e a capacitação são os requisitos essências para essa inclusão...
O caminho para inclusão do negro não deve ser feito forçando
A sociedade brasileira miscigenada aceitar um mundo particular do mulato e do negro.    
 As comunidades japonesas, italianas, judias e outras preservam suas culturas
Em seu espaço. Por que essas comunidades não podem fazer programas de televisão
Só com pessoas com as suas características físicas! Seria preconceito?
Não somos a áfrica! Somos o negro, o mulato, o japonês, o árabe,
O italiano, o espanhol,  o português, o índio, os cristãos novos fugidos de Portugal etc
Somos um povo mestiço! De cultura mestiça... ou , no sentido geral,  
Um povo de cultura globalizada comercial e industrializada...
A luta do negro não deve ir por esse caminho! Isso é facilmente confundido e analisado
Como preconceito, o caminho do mulato e do negro é o caminho da educação,
Da capacitação, da intelectualização, da formação para que possa se tornar
Competitivo e possa falar de igual para igual.  Os negros podem praticar o pouco que resta
Da África em suas comunidades, como faz outras comunidades de outro povos...
Os grandes homens negros são cultos e intelectualizados;
Martins Luther King, Nelson Mandela, Barack Obama…
Não são programas de negros e mulatos na televisão que vão incluí-los...
A educação é o único caminho para a luta de igualdade social...
Somos um povo mestiço; nunca podemos esquecer-nos desse fato!

Albano Morais
J.Nunez


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA