Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 20 de maio de 2011

POESIA IMPARCIALISTAS

Dóris

Um corpo cai,
Rompe a paisagem descontraída
De um fim de tarde.
Um corpo cai,
Justo na hora do meu happy hour
Eu sabia que ele não ia agüentar
É homem antigo, portanto, fatalista...
Ontem vi Dóris saindo de malas prontas
Eu disse a ele: _ Dóris é um passarinho,
Dóris é água na fonte,
Dóris é fruta mordida,
Dóris tem direito ao orgasmo,
Dóris tem direito ao voto,
Dóris não sabe o que quer da vida.
Ontem mesmo Dóris passou lá em casa,
Saboreei Dóris andando seminua pelo quarto.
Dóris é fruta madura, colhida e lavada.
Dóris não precisa ser conquistada.
Dóris é conseqüência do feminismo,
Dóris é sexo fácil.
Eu também sou conseqüência da liberdade sexual,
Sou bêbado, desmotivado, desvalido
Frouxo na moralidade e leviano.
O que devia me motivar viver e conquistar
Está ao meu alcance, entre as pernas frouxas de Dóris.

Abílio Santana
J.Nunez

Um comentário:

Catia Bosso disse...

Imagine se Doris não tivesse as pernas frouxas...

Aff! rs


bj

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA