Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 20 de maio de 2011

POESIA IMPARCIALISTAS

Dóris

Um corpo cai,
Rompe a paisagem descontraída
De um fim de tarde.
Um corpo cai,
Justo na hora do meu happy hour
Eu sabia que ele não ia agüentar
É homem antigo, portanto, fatalista...
Ontem vi Dóris saindo de malas prontas
Eu disse a ele: _ Dóris é um passarinho,
Dóris é água na fonte,
Dóris é fruta mordida,
Dóris tem direito ao orgasmo,
Dóris tem direito ao voto,
Dóris não sabe o que quer da vida.
Ontem mesmo Dóris passou lá em casa,
Saboreei Dóris andando seminua pelo quarto.
Dóris é fruta madura, colhida e lavada.
Dóris não precisa ser conquistada.
Dóris é conseqüência do feminismo,
Dóris é sexo fácil.
Eu também sou conseqüência da liberdade sexual,
Sou bêbado, desmotivado, desvalido
Frouxo na moralidade e leviano.
O que devia me motivar viver e conquistar
Está ao meu alcance, entre as pernas frouxas de Dóris.

Abílio Santana
J.Nunez

Um comentário:

Catia Bosso disse...

Imagine se Doris não tivesse as pernas frouxas...

Aff! rs


bj

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA