Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

terça-feira, 3 de maio de 2011

POEMA PARA O DIA DAS MÃES...

Mãe, a mais nobre das razões para se amar


Como deveria ser com todos os filhos e suas mães;
Eu nasci sendo amado por essa mulher especial.
Todas as mães são especiais
Porque representam amor e vida.

Eu nasci de seu ventre
Eu sempre tive o seu colo,
E colo de mãe desconhece idade para filhos.

Eu sempre estive ao seu lado
E estou ligado a ti pelo seu eterno amor mãe,
Posso até perder minhas mais caras amizades,
Posso perder o amor de outra mulher,
Mas o seu amor de mães estará comigo
Ignorando morte, tempo e distancias.

Eu sou por essa mulher que me deu a vida
Eternamente grato, e dela sou eterno devedor
Porque a vida não tem preço...

Eu te amo como todos os filhos amam suas mães,
Eu te amo com a mais nobre e justa das razões
Para se amar uma pessoa,
Porque eu te amo como filho que ama sua mãe.

Francisco Medeiros
J.Nunez

 
Quem mais poderia te amar assim...

Quem mais poderia responder todas aquelas perguntas
Muitas vezes inocentes outras vezes
Um tanto embaraçosas e intrigantes,
Se não aquela que muito antes de você si quer respirar
Sentia você existir dentro de seu ventre mãe.
Quem mais poderia responder a essas perguntas
De criança descobrindo o mundo a sua volta:
Mãe, como foi que eu nasci,
Mãe, como eu era quando era pequena,
Mãe, onde começa o mundo,
Mãe, quem faz a chuva lá no céu,
Mãe, quando o mundo vai acabar,
Mãe, porque a zebra é zebra,
Mãe, porque meu nome tem dois L juntos,
Mãe, papai Noel existe,
Mãe, onde acaba essa rua,
Mãe, onde fica São Paulo,
Mãe, você foi à escola quando era pequena,
Mãe, porque a cegonha trás as crianças,
Mãe, eu chorava muito quando era nenê,
Mãe, quem é o pai do pai do pai...
Mãe, como o arco-íris sai do chão,
Mãe, quem é mais forte o leão ou o elefante...
Mas mãe, o leão não é o rei da floresta,
Mãe, porque você está triste,
Mãe, quem é mãe da mãe da mãe...
Mãe, porque aquela criança não tem pai,
Mãe, porque você é minha mãe,
Mãe, no fim dessa rua acaba o mundo,
Mãe, porque o super-homem usa cueca em cima da calça,
Mãe, porque a gente não vê o vento,
Mãe, porque o céu é azul,
Mãe, porque aquela criança pede comida,
Mãe, onde fica o mar,
Mãe, como eu sai da sua barriga,
Mãe, porque o índio mora na floresta...
Mãe, porque o saco do papai Noel é vermelho,
Muitas das perguntas das crianças são perguntas
Que desistimos ao longo da vida de respondê-las a nós mesmos.
Quem mais poderia responder toda essa perguntação,
Se não aquela que depois que você crescer
E saber todas as respostas, você a esquece,
E vai para o mundo com todas as ilusões que lhe é de direito,
E quando suas ilusões forem desfeita
Você retorna a ela não mais para perguntar,
Mas para sentir o seu amor incondicional,
Quem mais poderia te amar assim...

José Nunes Pereira
J.Nunez

Divulgue acessando:

http://literaturaimparcialista.blogspot.com/

POEMA PARA O DIA DAS MÃES DE MARIDO PARA ESPOSA


Amor correspondido

Essa é a mulher da minha vida,
Essa mulher é a companheira para toda a vida,
Essa é a mulher que amo com toda a força do meu amor,
Essa é a mãe de meus filhos,
Por essa mulher tenho toda a simpatia e toda devoção
Que um homem pode ter por uma mulher...
Não vivemos amor de conto de fadas,
Vivemos o amor com todas as dores e alegrias da vida.
Não sonhamos o impossível
Mas desejamos a felicidade que todo mundo deseja...
Nosso amor não é perfeito, mesmo porque a perfeição
No amor é uma mentira; o que somos é pessoas incompletas
E por isso precisamos de nossa outra metade...
Nosso amor se aquece nos pequenos gestos de carinho e devoção,
Nosso amor se aquece em nossa amizade e admiração mútua,
Nosso amor se aquece com um beijo no meu da noite,
Nosso amor se aquece quando nossos corpos sobre a cama;
Suas mãos e seus pés me tocam nessas madrugadas de outono...
Nosso amor se aquece na essência de sermos homem e mulher...

Saturnino Queirós
J.Nunez

Saturnino Queirós poeta do que é fundamental, poeta das horas extremas, da força e da persistência, poeta do essencial, do extremamente necessário e da luta. Sua linguagem sintetizada expressa a sua concentração no essencial, seu foco no que é primordial.
Ele é o reflexo da nova ordem mundial, de um tempo de escassez de recursos, de um tempo em que há uma luta individual e coletiva por um mundo melhor e uma necessidade de realização é extremamente básicos e essencial para nossas vidas. Esse poeta representa as virtudes essenciais do homem: coragem, fatalismo, força e honra.



Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA