Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Poesia esotérica Imparcialista

poema: O VIGIANTE


Entrei em mim
Encontrei o vigilante
Que olha o mundo
A todo instante, indiferente.

Entrei em mim
Encontrei o vigilante
Que sabe a todo o momento
O que penso, desejo e sinto...
Por ver-me a todo instante

Disse-me - A morte é urgente!...
O vigiador de mim,
Conhece o motivo de toda dor
Sabe o que pode o amor
E porque sou sofredor...

Porque de mim não sou senhor
O coração é guarita
Para o eterno vigilante
Do corpo, coração e mente.

O vigilante sabe do mal e o mata
O vigilante sabe do bem e o acrescenta.

 Jonas Corrêa Martins

J.Nunez

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA