Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Poesia de análise psicológicas ( IMPARCIALISMO)

Nos silêncios das noites que existo tanto...


Preciso conter as palavras e a emoção,

Preciso manter a compostura

E prender esse grito que tenta escapar...

Desobedecendo ao homem sério que há em mim,

Preciso ser inglês na faixa do meu eu.

O que há dentro de mim

Eu escondo com gestos e palavras contidas,

O que há dentro de mim

É selecionado no exercício da vida,

É elaborado na fabricação da mascará social,

É protegido de todos os preconceitos,

É praticado a sós,

É analisado nos silêncios das noites

Que existo tanto...

O que há dentro de mim

Vejo no espelho criado pela minha consciência de existir

E ser sólido e abstrato,

É verdade que muito mais subjetivo que sólido.

A prova de minha abstração e vivencia abstrata

São esses pensamentos e essa emoção

Que eu deixei preso na garganta...

Por que eu não posso ser criança,

É infringir as convenções e obedecer aos anseios...

Prendi as palavras e a emoção,

E a criança grita aqui dentro do meu peito...

O homem feito que sou,

Não pode esconde de mim essa criança,

Essa verdade e o ser humano que existirá eternamente...

Murilo Santiago

J.Nunez


Murilo Santiago é apenas um dos poetas imparcialistas, ele é essa análise interior, ele é aquele que desconhecemos em nós mesmos.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA