Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O Amor sexual e o amor sentimental

Amor sexual

Eu acredito, e acredito muito no amor,

É o amor que não acredita muito em mim

E me nega seus olhares, seus beijos sua pele,

Esse sorriso que me deixa em seu dispor

E me faz parecer fácil demais...

Eu acredito no amor, mas o meu amor

Está nessa mulher que não me quer de jeito nem um...

Já dizia meu amigo Hermínio Vasconcelos

Poeta e filosofo de zona: "O amor não pertence a quem ama;

o amor pertence a quem é amado."

Eu acredito no amor, mas o amor não acredita nem um pouco em mim,

E tranca sua pernas, e desvia seus olhares,

E me nega até as migalhas de amor...

Não falei do coração e da alma dessa mulher,

O coração e a alma dessa mulher são impiedosos

E não me lembrei deles porque já passei da idade de amor sentimental,

Na minha idade o amor perde a vergonha na cara

E ganha descaradamente conotação sexual

Talvez seja esse o motivo para o amor não acreditar muito em mim.

Essa mulher não me ama nem pagando!

Os garotos na mesa ao lado estão naquela idade em que os homens

São iguais a abutres: come tudo que aparece, dizia um deles:

_ As coroas são maior dá hora, elas trepam fazem de tudo e não ficam no pé.

Isso que dizer que elas também podem praticar sexo sem sentimentalismos,

Isso quer dizer que depois das desilusões só resta esse desejo passional entre as pernas.

Como o amor dignifica e disfarça tão bem os verdadeiros propósitos dos sexos...

Abílio Santana

J.Nunez

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA