Postagens

Mostrando postagens de Junho 6, 2010

O IMPARCIALISMO

O IMPARCIALISMO

Apartheid sem Cor

Não podemos permitir isso:
Crianças comendo em lixão,
Barracos feitos de papelão,
Casebre pendurado no morro,
Crianças trabalhando no sinal,
Crianças vendendo o corpo,
Mulheres dando seus filhos,
Pais vendendo seus órgãos,
Modernidade destruindo o planeta,
Cabanas embaixo de viadutos,
Moradias dentro do esgoto,
Roubos e mulatos bandidos,
Dança que insinua sexo,
Velhinhos catando lixo,
Morte em corredor hospitalar,
Crianças trabalhando para comer,
Padre e pais pedófilos,
Políticos e sociedade corrupta...
Essa geração sem rumo,
Esse consumismo, essa genética...

Nossa conservação cultural é também a conservação de nossa miséria.

Não podemos aceitar isso:
Essa visão unilateral especialista,
Esse nosso passado histórico,
Essa nossa exclusão social,
Essa conservação da pobreza,
Abolição que não veio,
O preconceito que enraizado,
Esse apartheid sem cor,
Essa nossa miséria cultural,
Essa preservação da ignorância,
Essa nossa visão colonial,
Essa escola, vergonha pública,

O IMPARCIALISMO: Aos Discípulos de Nietzsche

O IMPARCIALISMO: Literary movement Imparcialismo | Movimiento literario Imparcialismo

O IMPARCIALISMO: Poesias para o Dia dos Namorados...

O IMPARCIALISMO: Visão holística de empresa e negócios

O IMPARCIALISMO: Parque Indústria Alameda dos Ipês

O IMPARCIALISMO: Craque de futebol pode tudo...

O IMPARCIALISMO: Fertilidade

O IMPARCIALISMO: Visão holística de empresa e negócios

O IMPARCIALISMO: Touro

O IMPARCIALISMO: Vítimas da Guerra do Sexo

O IMPARCIALISMO: Craque de futebol pode tudo...

Sociedade Pós- Moderna

Certamente ela não dirá, fique mais uma noite.
Mas ela me ensinou tudo para eu possa seduzi-la...
E as mentiras que ela mais gosta de ouvir.
Certamente ela ensinou isso para mais uma centena.
Realmente não importa: vida e prazer é tudo...
Falei sobre ela ao meu amigo,
O indigestivel poeta Salomão Alcantra
O que se pode esperar daquele animal racional
Com suas grasseiria realista e sua franqueza cruel!
Ele tirou todo meu encantamento quando disse:
_Isso é igual à vítima sabendo que alguém vai-lhe fazer uma maldade
E ela mesma diz como deve ser feita essa maldade,
Isso se parece com armar o próprio sequestro
e maltratar o sequetrador no cativeiro,
E tudo muito incoerrente e fora do lugar...
É natural que olhemos para o caos e vemos nele uma ordem,
afinal estamos muito acostumados com a desarrumação da vida.
Agora a chamada pós-modernidade e que nós os imparcialistas
Chamamos de Sociedade do Prazer,
Essa sociedade que estruiu o teocentrismo,
E depois de destronar Deus, colocaram o homem…
Atos Secretos

Nevoeiro encobre a cidade,
Ela voltou mais cedo
E me pegou em "atos secretos"
Embaixo do edredom.
Tentei explicar: ela disse que não precisava,
Mas a vergonha ainda persiste
E continuo tentando explicar:
"Não fiz nem menos nem mais
Do que você faz em pensamento
Quando esta em público."
Talvez eu seja só mais um sujo querendo
Justificar nivelando você comigo.
O nevoeiro foi ontem; hoje o Sol
Deixa entrar pela janela sua claridade raliada de verão,
Deixa essa vontade do seu beijo úmido e quente.
Tudo é noticia; estatística de sexo casual também é noticia,
Violência não é mais noticia é matéria prima para o cinema,
É produto de consumo para a tv,
Mas o que me importa mesmo
É trazer de volta seu beijo quente e úmido
E nosso sexo casual que rolava
Antes de eu ser pego em "atos secretos".
Ela voltou, entendeu que foi solidão e até me perdoou,
Mas para me dizer isso,
Ela veio com um homem elegantíssimo e bem sucedido
Certamente ela espera que…

Touro

Taurus

O touro na arena
Persiste no ataque
Até que o sangue de seu corpo esgote,
Até que sua força descomunal se acabe.
O touro na arena não se entrega a morte.
O matador na arena joga com a sorte,
Porque hoje é o dia do touro.
Não facilite porque certamente
Não sou o tempo todo
Touro Ferdinando que cheira flores,
Tem sempre uma abelha para me enfurecer.
Sou do exercito do Rei Leônidas
Portanto meu esforço é incalculável.
Não sou o boi castrado,
Não sou o touro imolado,
Sou criação de Vulcano
deus do fogo e da forja,
Tão feio quanto a realidade do ser humano.
Não morreria sem antes lutar até exaustão,
Porém, me entregaria de alma e coração,
Para reservar um mistério ou um segredo.
Sou essencialmente touro,
Vencedor quando vencido.

Saturnino Queiros
J.Nunez

Apesar de o amor ser uma troca de fluídos e calorias.

Eu poderia ter vivido um amor
Desses que dói de mais e põem cornos de mais...
Mas olhei bem para ela e vi que não dá...,
Apesar de o amor ser uma troca de fluídos e calorias.
Eu poderia ter personificado o amor naquele corpo,
Como disse o poeta Murilo Santiago,
Mas olhei bem para ela e vi que não dá...
Havia entre nós uma grande diferença
Biológica, fisiológica, anímica e psicológica,
Uma absurda discrepância potencial,
Ela é movida a energia nuclear,
Tem quadril hidráulico, e suspensão a ar nas pernas,
E turbinas em tudo,
E eu sou apenas um homem de disfunção erétil
E ereção matinal.
Ela tem um metro e setenta e cinco quando sai do salto,
Setenta e oito de cintura,
Noventa e nove vírgula nove de busto,
E quadril cento e dezoito...
E mais, muito, muito “TALENTO’’ e superficialidade...
Como eu não iria me apaixonar!
Se o amor depois da idade madura
Perde as ilusões e a vergonha na cara,
E se torna desejos descarados e noções de incoerências.

Abílio Santana
J.Nunez

Visão holística e globalização

Como desassociar a globalização da visão holística da vida, não temos essa intenção, porém podemos observar que ambas podem caminhar paralelamente ou se integrar um com a outra tornando se um coisa só.
A visão holística da vida a é muito mais romântica que a visão de mundo globalizado, a holística é uma realidade de alma de condição humana e processo de vida, a visão globalizada possui a frieza do capitalismo, o olhar deslumbrado sobre a modernidade a falta de alma e coração que há nos interesses econômicos . A visão holística não é coisa nova e muito menos exclusivamente nossa, ela está em todas as culturas primitivas do mundo, e está ligada diretamente a nossa condição de homem naturalmente primitivo,com nossas características biológica, psicológica e emocional. Certamente a prática consciente de uma vida holística está associada à cultura indígena prim…

O Fim do Modernismo

O Modernismo identificado e caracterizado pelo avanço tecnológico e científico, industrialização e consumismo, certamente não terá um fim, esse modernismo é capaz de se adaptar a todas as circuntâncias. Pode se observar que o capitalismo televisivo já se adaptou as catastrofes ambientais e a explora como possibilidades de audiência.
O capitalismo cristão criou padres para todos os gostos, e lentamente esqueçe Nossa Senhora em nome de um mercado de vendas de produtos religiosos bem maior. Apesar do surgimento de um corrente cristão que é contra o consumismo e o excesso de materialismo em que as religiões cairam, não acredito no fim de desse tipo de modernismo, olhando do ponte de vista do lucro e da exploração de mercado.
O fim do modernismo pode se dar em visões individuais, partindo da consciência ambiental e do olhar crítico sobre as consequências desses duzentos anos de exploração intensa dos recursos naturais, da consciência de que o modernismo com seu consumismo, seu avanço cient…

Conscientização Indústrial: Uma visão holística da vida e dos negócios

A literatura contemporânea busca a leitura do homem e seu tempo. Para representar essa nova realidade e esse novo olhar sobre a indústria, o poeta Imparcialista Cícero Fernández busca representar essa parcela da sociedade pós-ilusão modernista, industrial e tecnológica. Esse poeta busca o equilíbrio e a harmonia entre a industrialização a natureza destruída por esses duzentos anos de exploração dos recursos naturais, o equilíbrio entre a família e o trabalho, a liberdade sexual e outras liberdades e a decência, entre o corpo físico e nossa condição biológica e primitiva que sua nós fazem de vitimas da natureza e todo tipo de poluição moderna, entre o sexo e o amor, a saúde e essa loucura da vida contemporânea, o consumismo e o essencial, essa busca de equilíbrio e harmonia entre a nossa vida interior e exterior e muitas outras buscas de equilíbrio e harmonia. Essa busca por equilíbrio os Poetas Imparcialistas denominaram de Bucolismo Urbano que é refletido no poema abaixo: Visões Hol…

Lançamento Oficial de O Imparcialismo

LANÇAMENTO

Comecei a escrever o Imparcialismo a um ano e pouco, meu próposito desde quando comecei não mudou muito, em alguns pontos as idéias iniciais permaceram.
Comecei a vê-lo no curso de letras, porém o Imparcialismo não marca o início de minha escrita, escrevo a quase vinte anos. O Imparcialismo é na verdade resultado desses anos de escrita. No dia treze de novembro, dia do nascimento de minha filha, eu já havia estruturado o imparcialismo a maneira que está agora.
Ontem dia 14 de fevereiro de 2010 publiquei o Manifesto Imparcialista, o seu contexto literário, suas caracteristicas e sua temática.
O respeito ao ser humano, sua dignidade, sua consciência, sua própria condição de humano e a leitura de sua realidade exterior e interior, é a maior ambição de O Imparcialismo.
O objetivo desses publicações é tornar público essa nova possibilidade no campo das artes e da literatura. Fica em mim o desejo de que esse estudo seja muito bem aproveitado por todos os amantes da Arte.

Convid…

Vítimas da Guerra do Sexo

Antes bastava abrir portas, trazer flores, beijar suas mãos,
Elogiar sua beleza, trazer presentes e chamadas de madame.
Mas agora que nós somos modernas, e elas são independentes em tudo,
Menos no fato de que precisam de alguma maneira de nós para fazer filhos,
No mais, não precisam de nós e a igualdade sexual é foi conquistada,
Elas querem tudo isso, que mencionei a cima, mas querem muito mais,
Querem que eu lave, que eu passe, que eu cozinhe, que eu seja bem sucedido,
Que eu seja um amante viril, amante sem ejaculação precoce,
Que eu tenha barriga tanquinho, que eu seja delicado como uma menina,
E bruto, às vezes, como um matuto,
Elas querem que eu traga flores,
Que eu aceite em ser só mais um,
Que eu fique a seu dispor, que eu entenda que ela é mulher moderna,
Elas querem que eu lhe dê um filho, mas não quer que eu seja o pai,
Elas me querem para uma noite de prazer,
Para um momento de descontração e álcool na cabeça,
Elas querem ser a mãe exemplar
E a doida que volta para casa quando bem enten…

Aos Discípulos de Nietzsche

Se você veio até aqui, pelos mesmos caminhos que passei,
Certamente você viu...
As cruzes e as encruzilhadas onde morri um pouco a cada dia.
Certamente você viu...
Onde caminhei altivo, onde me arrastei feito
Um soldado ferido sangrando.
Certamente você viu...
A árvore, a sombra onde parei para descansar.
Certamente você viu...
Formarem no céu, nuvens baixas e negras,
Prenunciando à tempestade e relâmpagos
De descobrimentos clarearem à face oculta de tua mente.
Certamente você ouviu...
No deserto, o ruivo de cães famintos
E de corvos insaciáveis de carniça humana.
Certamente você viu...
As ruínas do templo, os desertos de sal
E a solidão tempestuosa dos mares.
Certamente você passou
Pela noite de seduções de demônios fornicários.
Certamente você viu...
As asas do cavalo dragão, a visão do paraíso
E os símbolos oníricos.
Certamente você viu...
Humanos largados aos vermes
Ossadas largadas à terra e as pegadas do mestre.
Certamente você perdeu e encontrou,
E v…

Publicações literárias

A Internet não só esta suprindo o espaço que a poesia e a literatura perdeu em revistas, jornais e outras mídias como também representa um avanço gigantesco quando se trata de divulgação. Muito dos escritores e poetas que usam a Internet queixam que essa democratização do acesso que a Internet possui, acabou por ocultar talentos em um oceano de texto que nada têm de original, por essas razão o objetivo de Poetas Virtuais é buscar na poesia on-line o que há de original, significativo e representativo para o nosso tempo. Para iniciar o Poetas Virtuais, Abdias de Carvalho com um poema imprevisível e com uma temática e uma visão do amor um tanto original que revela muito sobre esse tempo de amores objetos.


Abdias de Carvalho poeta da estagnação, da poeira assentada, da falta de perspectiva, da baixeza moral, da atrofia, da revolta calada, do silêncio dos excluídos, da ruminação furiosa e secreta, da repugnação, da repetição angustiante, da falta de oportunidades, da linguagem repugnante, e…

Visão holística de empresa e negócios

Imagem
Visões holísticas da vida \ Cícero Fernández

J.Nunez convida os empresários(as),

Homens de mulheres de negócio estudante de administração e outros para que conheça o poeta Cícero Fernández, esse poeta representa o homem contemporâneo em busca do equilíbrio entre sua vida particular e o trabalho, entre a natureza e a industrialização, esse poeta representa esse homem contemporâneo buscando o equilíbrio e a harmonia em todos os setores da vida. É poeta de geração industrial, sua visão holística da vida e do trabalho é realmente muito produtiva para esse tempo em que buscamos a harmonia e o equilíbrio. Esse poeta não faz criticas improdutivas, mas sim busca mostrar nos um possivel caminho.



MOVIMENTO LITERÁRIO IMPARCIALISMO

J.Nunez

Mulheres Poderosas

Há muitas formas de mentiras, porém a mentira
Clássica acontece entre os sexos.
Os homens mentem sabendo que mentem,
As mulheres sabem que são mentiras,
Mas preferem acreditar, e assim todo mundo ganha;
Os homens e mulheres atingem seus objetivos.
As mulheres fazem que acreditam porque elas
Precisam mais de ilusões que os homens,
Por isso elas se pintam, contudo o poder das mulheres
É muito mais real que o poder dos homens,
Isso porque o poder da mulher está mais em seu corpo
E em sua condição de ser mulher com todos atributos,
Enquanto que o poder do homem
Está em boa porcentagem em sua condição social,
E um pouco no que ele é como pessoa.
Não importa o sexo, ambos são demasiadamente idealista no amor,
Ambos possuem um ideal de homem e um ideal de mulher,
Esse ideal está sujeito a condição social
E cultural e a idade em ambos os sexos.
Os menos inocentes, os que não são virgens na alma
Sabem que o ideal é apenas uma idéia sobre qualquer coisa
E a idéia na vida pratica não se conclu…

Parque Indústria Alameda dos Ipês

Parque Indústria Alameda dos Ipês

O cheiro dessa manhã de outono ainda está no ar,
O sol ainda não aqueceu o dia,
E ainda são poucos os motores pelas ruas da cidade.
Dentro de casa, minha família com tantas outras
Se apronta para mais um dia de trabalho e estudo.
Aqui em casa é lei: Um dia começa com um bom dia
E um sorriso de compromisso coletivo e família...
Hoje é meu dia de ir a pé para o trabalho,
Aprecio o parque indústria na Alameda dos ipês,
E o bosque co2 criado pelas indústrias da cidade.
As ruas foram ornamentadas de flores,
Caídas com a chuva fina que trouxe essa brisa
Para essa manhã de um dia de maio,
Os passarinhos enceram seus cantos das primeiras horas do dia.
No final da alameda dos ipês, os idosos conservam a vitalidade
Na academia de ginástica ao ar livre,
Conservam o sorriso e a amizade que desconhece solidão.
Lembrei daquele verso do poeta Francisco Medeiros:
“Através da natureza, Deus nos sorri todas as as manhãs”
Quero viver esse dia naturalmente
E tão ocasional quanto são os dia…

Meu capitalismo e meu socialismo não foram aprendidos em livros...

Meu capitalismo e meu socialismo não foram aprendidos em livros, meu materialismo e meu socialismo são feito de meu próprio suor e sangue. Quem entende mais de industrialização e exploração que um operário que sente na pele toda essa conversa fiada de capitalismo e socialismo, que tem seus braços, suas pernas e toda a sua capacidade motora empregada durante quase nove horas num movimento continuou e sem interrupção e com contador de produção lhe dedurando toda hora, e ainda relatórios que fazem um histórico de seu desempenho todos as horas e todos os dias.
Quem entende mais de materialismo dialético e histórico que eu que vejo profissionais sabotando o trabalho do outro, a competitividade que foge a todo o senso de justiça e consideração humana, trabalhadores de chão de fábrica, patrões e superiores vendo suas famílias sendo destruída e seus filhos sem devorados pelo abandono e a falta que eles fazem na condição de pais, a presença, a infl…

A vida é feita de amor e amizade...

O Patriarca

Não tenho rompantes de amor,
Meu amor é lento e forte feito boi de carro,
Não tenho amizades repentinas e volúveis,
Sou fiel como um guerreiros samurai.
Não me peça para ter ilusões ou sonhos,
Sou linear feito a flecha apontada para o alvo,
Sou linear feito a flecha,
E não importa se o meu caminho para o alvo seja curvo.
Minhas palavras não vão por ai ao sabor do vento,
Minhas palavras são pesadas, medidas e avaliadas.
Minhas palavras não são tagarelices tolas,
Minhas palavras têm o poder de matar e fazer viver.
Meu amor não é feito em uma noite de ilusões
Meu amor é sólido, certo e patriarcal.
Não sou daqueles companheiros de estrada
Que sente medo e retorna no caminho,
Meu código de amizade é muito simples:
Ou você está comigo ou não está comigo,
Se vier comigo é para o que der e vier.
Não tenho malabarismo na palavra
E nem a flexibilidade do homem de negócio
Eu sou de princípios e de verdades intocáveis.
Eu posso até perdoar uma infidelidade,
Mas eu sei que depois de uma traição
o amor e a am…

J.Nunez poeta criador do Imparcialismo

Imagem
José Nunes Pereira

Poeta formado em letras, escreve em vários sites na internet, possui algumas poesia publicadas em livros, participou de alguns eventos culturais na cidade de Marília onde reside e trabalha com comerciante e professor. Na literatura, atualmente se dedica a escrever uma poesia que faça a leitura do homem contemporâneo, essa poesia é chamada de O Imparcialismo: Poesia Para o Novo Contexto. Entre muitas características ressalto que O Imparcialismo é escrito por dezessete poetas ou dezessete  pseudônimos; para que assim torne possível criar um Movimento Literário e a diferenciação de suas mais variadas tendências e estilo literário, outras características marcantes nessas literatura é a Métrica Imparcialista, os temas, o vocabulário atualizado, o engajamento na construção da literatura que faça a leitura do homem moderno e o seu Cronopoema, que é o fazer literário tendo como base os acontecimentos do dia, a estética desse estilo é formada de poema, prosa, conto, crônica…

O Multiculturalismo

Não farei poemas épicos sobre nós,
Não cantarei nosso progresso tecnológico
Mesmo sendo ele fruto da genialidade humana
Dentro do processo mecânico de pensar e existir.
Caminhamos para a autodestruição
Esse fato nos tornam suicidas e fatalistas.
Todo mundo há de concordar comigo
Que somos suicidas geniais.
Evoluímos sim, mesmo que de maneira mecânica,
Só nos faltou o equilíbrio budista
Em nosso progresso estimulado pelo cristianismo,
Sim, o cristianismo que impediu também estimulou,
De certo modo devemos a ele o atraso em nossa autodestruição.
Agora que o mundo caminha para uma multiculturalidade
E tudo é em parte verdade e em parte mentira
E tudo é apenas teoria, cultura e conhecimento,
Quem sabe agora nos tornamos cristão budista.
Atrás desse multiculturalismo onde fica a fé e a verdade absoluta!
Só um gnóstico pode suportar o multiculturalismo.
Apesar de essa globalização levar o mundo a uma tolerância,
Rompe nossa ligação afetuosa com o conhecimento e a tradição.
Já não basta termos perdido o coraçã…

Fertilidade

Imagem
Fertilidade

Diz à lenda que as estrelas
Foram feitas da ejaculação de um deus,
Mas os deus não ejaculam,
Gozam de eternidade e não ejaculam.
Os deuses se consomem em si
Feito o dragão que come a própria calda.
Um deus é abismos com fome
De profundezas e eternidade.
Um deus é fogo que se consome.
Se eu fosse um deles
Existiria tanto...que agonizaria de existir.
Os deuses não ejaculam,
 Estão tudo se cria
Porque tudo mais ejacula
E navega no vento, vai nas asas de um morcego
Ou de um passarinho
E viajam no tempo e no espaço
Sem conceito de pecado capital,
Fornicação e adultério.

Josias Maciel
J.Nunez


Poeta José Nunes Pereira 
O Imparcialismo
CONHEÇA A NOVA LITERATURA BRASILEIRA
http://literaturaimparcialista.blogspot.com

Musas da beleza e famosas em dias de carnaval

Uma famosa, dessas que só é musa e famosa no carnaval
Foi levada à justiça porque um rapaz que acabou de sair da puberdade
Comprou uma revista em que essa famosa, que é famosa nos quatro dias de carnaval,
Está fazendo o famoso nu artístico,
Porém o rapaz que por sinal e por incrível que pareça é virgem,
Contudo versadissimo em computadores,
Desfez todos os recursos que o computador coloca nas mulheres de revista,
Depois desse feito extraordinário a famosa em dias de carnaval,
Ficou um pouco parecida com sua avó materna,
O rapaz ficou desiludido como se fosse a primeira traição de sua vida,
Depois ele acostumou, no entanto a traição da famosa
Em dias e carnaval não ficou barato,
O rapazinho contou tudo para a mamãe,
A mãe ficou furiosa... como era de se esperar,
Ela esbravejou bastante e decidiu procurar o direito do consumidor,
Afinal, ela tem toda razão... Como pode seu filhinho ainda virgem
Ser enganado por essa superficial ou artificial.
No tribunal a famosa que é famosa só no carnaval negou tudo!…

Poema para o nascimento de minha filha

Imagem
Poema para o nascimento de minha filha Allana

Amor Incondicional

Depois que você nasceu,
Sou este que desconheço,
Este que tem esperança
E fé na humanidade.
Pode até parecer estranha
Estas palavras de pai,
Mas selo nestes versos,
Liberdade e amor incondicional,
Não direi para onde
Deves caminhar teus passos,
Mas pode estar certa
Que estarei te acompanhando,
Aqui, bem de pertinho...
Como se você ainda,
Nunca, aprendesse a caminhar.
Sim!...Eu compreender perfeitamente...
Como qualquer outra pessoa
Você tem sua individualidade,
Tem sonhos e virtudes
Que não são meus,
Por isso te confesso,
Alerto-te com ciúmes:
Outros podem até influenciar
O teu caminho ainda
Mais que eu pude,
Porém jamais poderão amar
Como eu te amo!
Mais que ponto referencial;
Exemplo, lição de vida...
Selo aqui destes versos,
Que não te ensinarei
O caminho da verdade
Não com palavras ocas,
Mas com exemplo, vida...

VERDADE CADA QUAL TEM A SUA.

Meus acertos minhas verdades
Pode não te servir,
Verdade é coisa pessoal,
É …

Convite a um recomeço...

O Perdão é Sol de um Novo Dia

Todos os dias a vida nos faz um convite a um recomeço,
Pode o Sol despontar com todo seu esplendor,
Pode a chuva fina bater na vidraça,
A neblina esconder a estrada,
O vento frio calar as ruas
E as manchetes no jornal não falar de coisas positivas
Que o convite será o mesmo, Recomeçar.
Se para continuar o seu caminho
For preciso perdoar e esquecer um desagravo,
Estão perdoe e esqueça,
Porque esse é o maior bem que você faz a si mesmo.
Se você ainda não sorriu hoje,
Se ainda não disse uma palavra que conforta e motiva,
Se você ainda não estendeu a sua mão,
Se ainda não reconheceu, não elogiou um amigo,
Se ainda não compreendeu alguém que pensa diferente de você
Nunca é tarde para se fazer esse bem.
A doação de si mesmo é o que faz o mundo melhor,
O bem que você faz ao próximo é um bem que você faz a si mesmo.
Para saber todos os dias que você é um vencedor,
Reavalie o seu caminho até aqui, leve em conta,
O sofrimento e a dor de tantas outras pessoas pelo mundo,
Reveja as suas…

Literary movement Imparcialismo | Movimiento literario Imparcialismo

Movimiento literario Imparcialismo

La intención de este movimiento es crear el nuevo contexto para la literatura, así formar la literatura para el nuevo contexto; la literatura que es la lectura del contemporáneo del hombre, con sus miedos, de sus aflicciones, sus dudas, sus pensamientos, sus sensaciones, sus conflictos, sus comportamientos, siendo así, searchs de la literatura de Imparcialista el objetivo del arte. El movimiento de Imparcialista cree que las tendencias se pueden formar al apartir del comentario del contexto. J. Núñez poeta y escritor inventivos del Movimiento literario Imparcialismo y su catorce nosotros pseudónimos.

J. Núñez


Literary movement Imparcialismo

The intention of this Movement is to create the new context for literature, thus to form literature for the new context; the literature that is the reading of the man contemporary, with its fears, its afflictions, its doubts, its thoughts, its feelings, its conflicts, its behaviors, being thus, Imparcialista Literat…

O velho e sempre novo Amor...

Um Novo Amor

Em um desses muitos momentos de solidão
Inventei um novo amor, desviei o meu olhar
Para uma outra paixão, como se não existisse dor
Como se fosse fácil te esquecer.

Inventei um novo amor, que desvia o seu olhar
Do meu olhar, ardente de paixão
Inventei um novo amor, que se esconde e esconde o desejo
Por traz de tantas razões que meu coração desconhece...

Um novo amor é sempre invenção de um momento de solidão,
De um momento em que se vive carente.
Se novo amor corresponde, logo temo que eu o aceite,
E perceba que nada é como sonhei.

Então inventarei um outro novo amor
Como não existisse dor como se fosse fácil te esquecer.
Inventando o amor, sofrendo de solidão,
Chorando em noite frias, disfarçando
Esse sentimento em outros olhares,
Assim, fui longe demais,


Machuquei um coração semelhante ao meu,
Fui longe de mais com se pudesse tudo...,
Menos esquecer!...
Meu verdadeiro e único amor...


José Nunes Pereira
J.Nunez

Manipulação Genética

O jardineiro artificial

Ano dois mil e trinta e três,
Até então os cientistas tinham a ilusão de manipular a genética,
Até que deu na manchete de todos os jornais:
Cientista chega em casa e pega sua esposa transando com o jardineiro artificial,
Quando eu digo artificial estou dizendo no sentido conotativo da palavra,
O jardineiro é uma criação do avanço cientifico e tecnológico,
O jardineiro é resultado da manipulação genética.
Como todo marido traído e como todo bom e velho homem primitivo
Que é muito humano em todas suas emoções, sensações, pensamentos
Com toda Irritação à luz artificial, a poluição sonora e outras centenas de poluição,
Com todo o seu subconsciente, com todo o seu desejo de ser amigo,
Amante viril, e com toda suspeita de marido e pai de família
e com todo o seu apego a vida e a matéria,
Esse bom e velho homem primitivo matou a facadas
(Em 2033 ainda existe faca) sua esposa e o amante.
Criação infeliz... Desse cientista, que com tudo é primitivo e não suportou
A t…

POESIA PARA O DIA DOS NAMORADOS 2014

Desde aquele olhar 

Tudo que sei do amor
É o que vivo com você.
Desde um sorriso sem jeito,
E um leve toque em sua mão,
Desde aquele olhar           
Que não dá para esquecer.

Tudo que sei do amor
É o que vivo com você.
É a dor é alegria
É o fogo do amor na cama
É a nossa historia,
É a historia de cada um.

Tudo que sei do amor
É o que vivo com você.
É você, começo e fim
De minha historia de amor.
Se é que o amor tem fim,
Se é que a vida acaba aqui.

Tudo sei do amor
É o que vivo com você
Deste aquele olhar
Que não dá para esquecer.

Franscisco Medeiros
 J.Nunez


Sem palavras nos entendemos melhor...

O teu silêncio esconde uma dor
Oculta em teu peito um amor
Que silenciosamente busca saída
Por que as palavras não dizem nada.

Tudo que temos a dizer
Apenas fere faz renascer
Magoas ainda não esquecida
Ferida ainda não cicatrizada

Nossas palavras estão esgotadas
Por isso silenciosamente buscamos saídas
Posto que as palavras não dizem nada

Mas os teus olhos falam de um amor,   
Sem palavras n…