Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Para não te perder....

Revoada

Para não te perder ainda mais,
Vou ficar aqui onde você me deixou.
Desfiz as malas mais uma vez,
Acendi mais um cigarro,
E fiquei olhando a fumaça dissipar.
Um sol de uma tarde de outono,
Deixou na porta aberta sua luz triste.
Entre a moldura da janela
Passou outra vez as quatro estações:
Em dias outono flores de maio nas janelas,
O inverno encobre o chão de flores de ipê,
E a primavera põe asas nas borboletas
E cores nos canteiros.
Quem espera sempre espera um pouco mais.
Outra vez a revoada de pássaros
Abandona a praia, corta um céu de verão,
Feito um passarinho de asas machucadas,
De coração partido e sonhos podados.
Feito um passarinho,
Que desgarrou da revoada,
Ela veio bater em minha janela.
Cuidei de suas asas, refiz suas ilusões;
Ela voltou a cantar,
Depois esperei que partisse.
Mas desta vez o amor lhe prendeu,
Sou a sua outra asa,
E você não sabe mais voar...
E você não quer mais voar sem mim.
Quaisquer dias destes,
Vamos deixar à praia,
Junto com a revoada de pássaros,
Num vôo à dois...

Francisco Medeiro
J.Nunez
busca: j.nunez poetas

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA