Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 5 de junho de 2010

A vida é feita de amor e amizade.

O Patriarca

Não tenho rompantes de amor,
Meu amor é lento e forte feito boi de carro,
Não tenho amizades repentinas e volúveis,
Sou fiel como um guerreiros samurai.
Não me peça para ter ilusões ou sonhos,
Sou linear feito a flecha apontada para o alvo,
Sou linear feito a flecha,
E não importa se o meu caminho para o alvo seja curvo.
Minhas palavras não vão por ai ao sabor do vento,
Minhas palavras são pesadas, medidas e avaliadas.
Minhas palavras não são tagarelices tolas,
Minhas palavras têm o poder de matar e fazer viver.
Meu amor não é feito em uma noite de ilusões
Meu amor é sólido, certo e patriarcal.
Não sou daqueles companheiros de estrada
Que sente medo e retorna no caminho,
Meu código de amizade é muito simples:
Ou você está comigo ou não está comigo,
Se vier comigo é para o que der e vier.
Não tenho malabarismo na palavra
E nem a flexibilidade do homem de negócio
Eu sou de princípios e de verdades intocáveis.
Eu posso até perdoar uma infidelidade,
Mas eu sei que depois de uma traição
o amor e a amizade são rosas sem pétalas.

Saturnino Queiros
J.Nunez

Os Guerreiros Choram Sangue


Seque o seu pranto,
Cale seus lamentos.
Abra bem os olhos
E olhe ao seu redor,
Agora pise a vida
Feito um boi pesado
Que pisa flores pelo caminho.
Pise na paisagem
Como se fosse o chão da estrada
Não avalie o peso da cruz
Abrace-a e carregue
Sem prantos e sem lamentos de voz
Não deixe sua lágrima cair,
Se acaso cair, que seja de sangue
Que seu único sentimento
Seja à vontade
Que seu único propósito
Seja salvar sua alma
Não segue sua lágrimas
Segue as lágrimas de seu irmão
Seque o seu pranto
Os guerreiros choram sangue.

Saturnino Queirós
J.Nunez


Touro

O touro na arena
Persiste no ataque
Até que o sangue de seu corpo esgote,
Até que sua força descomunal se acabe.
O touro na arena não se entrega a morte.
O matador na arena joga com a sorte,
Porque hoje é o dia do touro.
Não facilite porque certamente
Não sou o tempo todo
Touro Ferdinando que cheira flores,
Tem sempre uma abelha para me enfurecer.
Sou do exercito do Rei Leônidas
Portanto meu esforço é incalculável.
Não sou o boi castrado,
Não sou o touro imolado,
Sou criação de Vulcano
deus do fogo e da forja,
Tão feio quanto a realidade do ser humano.
Não morria sem antes lutar até exaustão,
Porém, me entregaria de alma e coração,
Para reservar um mistério ou um segredo.
Sou essencialmente touro,
Vencedor quando vencido.

Saturnino Queiros
J.Nunez

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA