Poeta José Nunes Pereira

Minha foto

José Nunes Pereira (J.Nunez) comerciante por profissão, no Marília Doces e Salgados, poeta (por vocação) pesquisador, criador do Imparcialismo, integrante do Movimento Artístico, intelectual e literário Os Imparcialistas. Editor por hobby.  

Pesquisar este blog

Carregando...

Uma Geração sem a Escola da Vida

A geração sem causa, sem rumo, sem idéais,
Sem perpectiva, a geração formada para consumir,
A geração do conhecimento subjetivo, do conhecimento e das práticas
Que são interessantissima... apenas a indústria
De jogos, de moda, de constumes superficiais,
Cultura de consumo, livro, música e cinema comercial,
A geração que não participa da sociedade,
A geração excluidas de suas reponsabilidade
Para com o futuro de nosso país,
Excluida pela educação e justiça que os protege
Tanto que os tornam individuos inrresponsáveis
Pela sua própria vida, pela sua própria contuda,
Essa é a geração dos individuos em formação,
Essa geração deveria ser considerada em formação
Também quando tratarmos de suas relações sexuais,
E de seus comportamentos sociais,
Essa é a geração em que o comportamento sexual, social
E o acesso a todo tipo de liberdades
Que antes só era permitido a indivuduos
Independentes finenceiramente, maduros socialmente
E individualmente, homens é mulheres com experiências de vida,
Com muitas decepções e fracasos sociais e amorosos,
Com toda a maturidade anímica, sexual e psicologica,
Com toda a bagagem que a vida pode dar,
Com todas as desilusões; individuos assim é que tinham acesso
As liberdades e libertinagens proporcionadas pela maturidade
Experiência , emancipação social e financeira.
Essa é a geração em que adolescêntes realizam
Verdadeiras orgias romanas muitas vezes com o dinheiro do papai.
Se essa é a geração dos que estão em formação,
Concordo, porém deveriam estar em formação
Quando se trata de comportamentos social e acesso as liberdades
Que são próprias a homens e mulheres maduras
Que carregam todo o peso da vida real sobre seus ombros.
Não podemos esperar nada de uma geração que
Já provaram da liberdade, da libertinagem e do sexo
Até a sua saciedade...
Essa é a geração dos que a vida não terá sentido,
Como pode ter sentido uma vida que é vivida
Apenas exteriormente, um vida em que não há processos
Íntimos no individuos que deve: amar muito,
Sofrer mais ainda, depcional, sonhar com noites deslumbrantes
Com amores impossiveis, com conquistas fabulosas,
Com muita luta, muita lágrima de alegria e dor,
Idéais, utopias, rebeldias contra o governo, contra a igreja,
Contra a sociedade, contra a injustiça social,
Contra o que está estabelecido etc
O processo íntimo é miuto mais lento que a vida social,
E essa é a geração em que a vida anda em descompasso
Com a aprendizagem do coração e da alma.
De quem é a culpa! dessa sociedade que protege tanto seus adolecentes
E os entope com cultura de consumo e sexo fácil
Que rouba deles o direito de pensar e participar,
O direito a vida interior associada com a vida exterior;
E para tanto a vida deveria ser muito mais lenta...
Para que hajá assimilação das aprendizagens da escola da vida.
Essa geração escontrou uma causa para lutar:
Liberação da maconha, são tão incapazes de pensar
E sua visão da vida são tão planas que não percebe que se liberarmos
A maconha eles matariam seus pais quando esses negarem
Sustentar seus vicios que inevitavelmente os consumiria
E traria o caos social que tornaria a sociedade inteira uma cracolândia.
Diga para essa geração que a hipocricia é um bem humano
Que deve ser mantido, essa é a geração que não sabe nada de hipocrisias...
E isso de maneira nem uma é um elogio.
Não podemos esperar que essa geração respeito seus avós
Se roubamos delas o dereito a experiência de vida, o coração e a alma
E damos a essa geração a máquina e o consumo...

J.Nunez
10-03-2010

Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens populares

Arquivo do blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea